Por João Pedro Alves e Monique Vilela

O Paraná está há praticamente uma semana sem ter um treinador, mas se depender do trabalho da diretoria a espera por um substituto para Milton Mendes não deve durar muito mais. As buscas por um nome que esteja dentro da realidade financeira do clube para a disputa da Série B do Brasileirão estão a todo vapor na Vila Capanema e a expectativa é que o novo comandante possa ser confirmado até o fim da semana.

De acordo com Roque Júnior, diretor executivo de futebol do Paraná, algumas opções estão em pauta e as negociações não param para que uma definição aconteça o mais rápido possível. Tudo visando a reformulação e o reinício de um trabalho para o Campeonato Brasileiro.

“Estamos pensando e conversando com alguns treinadores. Espero que ainda esta semana nós possamos ter um novo treinador para a Série B”, disse Roque Júnior em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (31) na Vila Olímpica do Boqueirão.

Entre as possibilidades ventiladas, surgiram nomes como os de Wagner Lopes, do Botafogo-SP, e o do ídolo Maurílio, atualmente no Guarani de Juazeiro-CE. Os mais cotados, no entanto, são outros. Um exemplo é o técnico Netinho, que levou o Rio Branco às quartas de final do Paranaense. Ou Jorginho, que já passou pelo rival Atlético e tem como último clube da carreira o Náutico.

“O Jorginho é um nome bom. Está no mercado, fez boas campanhas e treinadores deste perfil nos interessam”, analisou Roque Júnior, confirmando que o ex-meia pode ser o novo treinador paranista.

Notícias relacionadas:

Netinho e Eduardo Villegas entram na mira do Paraná