O Paraná tem uma prova de fogo pela frente na tarde deste sábado contra o Criciúma, às 16h20min, no Heriberto Hülse. O Tricolor tem a missão de bater a melhor defesa até agora na Série B, além de vencer um adversário direto na briga pelo G4.

“Não podemos não somar pontos. Sabemos que se o time deles não marcar gol nos primeiros minutos a torcida vai cobrar, e vamos explorar isso”, diz o lateral Lima.

Além de buscar a vitória para se manter no G4 e deixar o Criciúma para trás na tabela de classificação, o Paraná quer resgatar o bom futebol fora de casa. O Tricolor quer voltar a vencer longe da Vila Capanema depois de três partidas.

“Temos feito vários gols fora. As dificuldades longe de casa são grandes, mas a gente tme que se impor, agredindo o adversário”, pede o técnico Roberto Fonseca.

Sem Wellington, que será poupado, Fonseca optou por escalar Cambará no meio. Além desta alteração, outra mudança no time é a presença de Lima também no meio. O jogador foi deslocado da lateral para o setor de criação justamente para ajudar a suprir a ausência de Wellington. Com isso, quem fará a função de lateral pelo lado canhoto será Luciano Castán.

“Com a ausência de Wellington, optamos dar a oportunidade para o Cambará para ele articular pelo lado direto. Esperamos que dê certo”, explica Fonseca.

Outra novidade no meio-campo paranista é a presença de Everton Garroni no lugar de Serginho, suspenso.

O adversário:
O técnico Guto Ferreira promove quatro alterações na equipe. Massari, Bruno Meneghel, Roni e Zé Carlos aparecem entre os titulares para as saídas de Pirão, Mateus, Diogo Oliveira e Schwenck, respectivamente.

FICHA TÉCNICA:
CRICIÚMA X PARANÁ

Data: 23/07/2011
Horário: 16h20min (de Brasília)
Local: Estádio Heriberto Hülse – Criciúma (SC)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares: Carlos Titara da Rocha (AL) e Marcelo Bertanha Barison (RS)

CRICIÚMA: Andery, Fabinho Capixaba, Rogélio, Anderson Conceição e Massari; Jackson, Baraka, Roni e Aloísio; Bruno Meneghel e Zé Carlos.
Técnico: Guto Ferreira

PARANÁ: Zé Carlos, Lisa, Cris, Brinner e Luciano Castán; Júnior Urso, Éverton Garroni, Cambará e Lima; Jefferson Maranhão e Giancarlo.
Técnico: Roberto Fonseca