Torcedores invadiram o gramado após a última rodada da Série B. (Geraldo Bubniak /AGB)

O Paraná foi absolvido por unanimidade em julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela invasão de alguns torcedores no estádio Couto Pereira, durante a última rodada da Série B. O clube poderia perder de 1 a 10 mandos de campo e pagar multa de até R$ 100 mil.

A preocupação era pelo fato de ser o terceiro caso de invasão somente nesta temporada. O primeiro foi nas oitavas de final da Copa do Brasil, durante a vitória sobre o Atlético-MG. Ainda teve o caso de objeto arremessado no gramado da Vila Capanema na partida contra o Criciúma. Em ambos os casos, o Paraná também foi absolvido.

Porém, na súmula da partida, o árbitro Alisson Sidnei Furtado amenizou a situação e afirmou que a delegada da partida recebeu boletim de ocorrência com os nomes dos invasores. “Informo para os devidos fins, que após o término da partida, observamos que alguns torcedores da equipe Paraná Clube pularam o fosso de contenção e adentraram o entorno do gramado, atrás de uma das metas. Os mesmos foram contidos pelos seguranças da equipe mandante e também pelo policiamento, retornando às arquibancadas. Informo ainda, que dois desses torcedores chegaram a invadir o campo de jogo, onde estavam jogadores da equipe do Paraná Clube”, declarou.

“Durante a confecção da súmula da partida, já em nossos vestiários, recebemos da assessoria jurídica do paraná clube, o boletim de ocorrência 2017/1376642, lavrado na delegacia móvel de atendimento ao futebol e eventos, que identifica o Sr Lincoln Vieira Pereira, noticiado pelo segurança particular contratado pela equipe mandante, sr Lourival Luiz soares por ter tentado invadir o campo de jogo, sendo enquadrado pela lei 10.671 -estatuto do torcedor, que trata de promover tumulto, praticar ou incitar a violência num raio de 5.000 (cinco mil) metros ao redor do estádio. O referido boletim foi assinado pelo delegado Clóvis Galvão Gomes, e ficou de posse da delegada da partida, Sra Silvia de Lima Matioski”, acrescentou o árbitro.

Através das redes sociais, o Paraná comemorou o resultado e alertou para que os torcedores não invadam o gramado. “Fomos absolvidos por unanimidade no julgamento do caso invasão de campo contra o Boa Esporte. Pedimos mais uma vez: não invada e não atire objetos no gramado. Isso pode nos prejudicar e trazer punições. Faça a festa na arquibancada!”.