O julgamento do caso Rio Branco, que aconteceu em uma sessão itinerante do pleno do STJD na manhã de hoje, em Curitiba, teve um fim favorável ao time de Paranaguá. Por unanimidade, a equipe foi absolvida por inscrever irregularmente um atleta durante o Campeonato Estadual de 2011, e o clube não foi punido com a perda de pontos, e segue na Primeira Divisão do Paranaense 2012. Com isso, a queda do Paraná para a Série Prata foi confirmada.

“Estamos muito tristes com essa queda. Assumimos a culpa, e admitimos que dentro de campo merecemos cair”, disse Aramis Tissot, presidente paranista, logo após o final do julgamento.

A Banda B acompanhou na íntegra todo o julgamento, que durou cerca de uma hora e meia. Dr Domingo Moro, que realizou a defesa do Rio Branco, se emocionou ao final da sessão.

“Foi um dos resultados mais importantes de toda a minha carreira. O Rio Branco permanece na Série Ouro”, disse Moro.

Como a decisão aconteceu no pleno do STJD, não cabe recurso ao Paraná.