E de novo o Paraná não soube manter a boa apresentação e foi batido. Dessa vez pelo Icasa, em Juazeiro do Norte, por 3 a 1, e de virada. No passe de Henrique, Dinelson fez um bonito gol no momento em que o Tricolor era soberano no jogo, mas ainda no primeiro tempo o time sofreu o empate e, a partir da segunda etapa, praticamente não jogou. Consciente do bom momento, o Icasa partiu pra cima, virou o jogo e deixou a zona de rebaixamento. Para o meia Itaqui, faltou tranquilidade ao time tricolor.”A gente não conseguiu superar a pressão. Não tem o que falar”, disse, na saída de campo.

A derrota derrubou o Paraná Clube para a nona colocação, com 35 pontos, a oito da zona de rebaixamento e iguais oito do G4. Na próxima sexta (30), o time recebe o Vitória, na Vila Capanema.

Primeiro tempo de velocidade

O começo de primeiro tempo foi de um Paraná Clube avassalador. Mesmo sem chegar com eficiência à meta do Icasa, era o Tricolor quem ditava a velocidade no meio campo, até que, aos poucos, a trama que deu origem ao gol foi criada. Em um lançamento preciso de Henrique, Dinelson recebeu dentro da área e bateu firme para abrir o placar aos 19 minutos. No arremate, o jogador lesionou o tornozelo e teve que ser substituído logo após marcar.

Com a meta, E a mudança de postura foi imediata: o gol acuou o time da Vila, que se fechou e apostou alto nos contra golpes. Limitado em seu campo de defesa, o time cearense demorou, mas se encaixou e conseguiu empatar o jogo aos 38. Numa falha de Brinner, Osmar recebeu e mandou sem chances para Luís Carlos.

Apagão e baile do Icasa

Na volta dos vestiários, o Paraná não apresentou nem sombra da velocidade que teve nos minutos iniciais. E, por outro lado, foi do Icasa que partiu a vontade de vencer. O meio campo, nulo na criação, foi outro obstáculo, já que a bola mal chegou ao ataque paranista na etapa complementar. Soberano, o time da casa ainda viu Itaqui carimbar a trave de Marcelo Pitol, no que foi a única boa chance de ampliar.

A bola parada começou a mudar os rumos do jogo aos 27 minutos. Em cobrança de falta, Júnior Xuxa cobrou do jeito que se cobra quando se procura o gol e sacramentou a virada cearense. Já abatido, o Paraná Clube pouco fez pra se recuperar. Nem as entradas de Borebi e Lisa mudaram a postura do time que chegou a levar o terceiro do Icasa, aos 36 com João Salles, fechando a conta para em Juazeiro do Norte.