O Paraná Clube apresentou nesta quinta-feira dois dos três reforços que anunciou para a sequência da Série B. O meia Itaqui, ex-Caxias, e o atacante Marinho, que vem do Internacional, chegam sob a indicação do técnico Guilherme Macuglia. Com o departamento médico cheio e poucas peças de reposição no time, o treinador pediu de quatro a cinco reforços e a diretoria tratou de correr contra o tempo para registrar os novos atletas a tempo.

Com 21 anos, Marinho foi revelado pelo Corinthians-AL, em 2007 e logo foi transferido para o Fluminense. No Rio, o jogador foi pouco aproveitado e seguiu para po Internacional, sendo Campeão Gaúcho em 2009 com o Colorado. Com a alcunha de artilheiro no Torneio Città di Torino, disputado na Itália, Marinho chega com a missão de ser o homem-gol do Tricolor nesta reta decisiva de campeonato. “Acompanhava o time e via que o grupo vinha numa sequência muito boa e agora está dificudades, não conseguindo os resultados dentro de casa. Mesmo assim, eu acredito que aqui tem time forte e que pode reverter isso”, aponta.

E nem a necessidade de o Paraná vencer dez das 13 partidas que restam até o fim do campeonato tira a esperança do reforço que vem do sul. “No futebol, tudo pode acontecer . Mais que nunca precisamos de um grupo unido, que trabalhe bastante sem falar muito”, definiu o jogador. Para o meia Itaqui, também apresentado nesta quinta, é preciso rejetitar qualquer pressão. “Temos que ter resultado, mas também tranqulidade. É dentro do campo que as coisas acontecem”, afirmou.O volante Sílvio, Campeão da Divisão de Acesso pelo Londrina, também está no pacote de reforços, mas só deve ser apresentado na semana que vem.

Cara nova

A diretoria também deve confirmar a contratação do zagueiro Edson Rocha, de 29 anos. O jogador que vem do Caxias já está na Vila Capanema e realiza exames médicos para ser confirmado como reforço do Tricolor.