Por Rodrigo Dornelles

Ouça os gols do Tricolor no jogo:

O Paraná saiu na frente do Oeste fora de casa e abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas não conseguiu segurar o resultado, permitiu a virada do adversário e precisou buscar novamente o empate no último minuto. Em um roteiro que repetiu o da derrota do Tricolor para o Criciúma, o time de Martelotte dessa vez volta com um empate de Osasco.

Na primeira etapa, o time paranista atuou bem na marcação e foi eficiente no ataque para abrir 2 a 0 no placar, ambos de cabeça, com João Paulo e Fernando Karanga. Mas no segundo tempo a equipe do Oeste voltou com tudo e partiu para o ataque. Envolvendo a defesa tricolor, o time da casa virou com gols de Crysan, Marquinho e Rodolfo. No último minuto, Lúcio Flávio estufou a rede após jogada individual de Robson.

Paraná volta com empate amargo de Osasco. (Monique Vilela/ Banda B)

Paraná volta com empate amargo de Osasco. (Monique Vilela/ Banda B)

Somando um ponto, o Paraná chega aos 30 na Série B e se mantém na 13ª colocação na classificação. Na próxima rodada, o Tricolor recebe o Londrina em um clássico estadual, na Vila Capanema, no próximo sábado (10). Já o Oeste também chega aos 30, uma posição acima do Paraná. Na rodada seguinte, o time paulista tem parada dura contra o Vasco, fora de casa, também no sábado (10).

Paraná usa a cabeça e sai na frente

Um resultado para dar tranquilidade ao time para ir ao vestiário. O Tricolor saiu do primeiro tempo de jogo em Osasco com uma boa vantagem. Usando a cabeça, a equipe levou o placar ao seu favor na metade inicial de partida diante do Oeste.

Com a marcação bem encaixada na equipe da casa, o Paraná abriu o placar em cobrança de escanteio pela direita que João Paulo aproveitou subindo bem para cabecear no cantinho. Também pelo alto o Tricolor fez o segundo, já aos 36 minutos, com Robson recebendo pela esquerda e cruzando para Fernando Karanga cabecear. Ele mandou para o gol, a bola bateu no travessão, nas costas do goleiro e balançou a rede. O Oeste assustou em resposta com uma cobrança de falta que passou perto do gol de Marcos.

Tricolor toma virada e busca empate no último minuto

Atrás no marcador e jogando em casa, o Oeste voltou com tudo do intervalo. De fora da área, a equipe levou perigo e chegou a acertar o poste de Marcos após algumas finalizações de média distância que assustaram o goleiro paranista. Aos 26 minutos, após troca de passes, de pé em pé a bola chegou a Crysan, na área, para finalizar no canto e diminuir par o time da casa.

Depois de diminuir, o Oeste foi para o ataque de vez em busca do empate. Em jogada pela esquerda, a bola foi cruzada na área e no bate rebate ficou com Marquinho, que chutou e contou com desvio para matar o goleiro Marcos. O mesmo Marquinho quase virou logo depois, em chute para fora já de dentro da área. A virada veio com Rodolfo, cobrando falta de longe. Ele mandou na gaveta, a bola acertou a trave, voltou no goleiro Marcos e entrou. No finalzinho, Robson roubou bola na linha lateral, fez a jogada individual e cruzou rasteira para Lúcio Flávio estufar a rede.

FICHA TÉCNICA
OESTE 3×3 PARANÁ

Local: Estádio José Liberatti, em Osasco (SP).
Data: 03 de setembro de 2016.
Horário: 16h.
Público e renda: 1.353 torcedores/ R$ 7.540,00.
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB).
Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa (PB) e Oberto Santos da Silva (PB).

Oeste: Felipe Alves; André Castro (Wesley), Bruno Silva e Francis; Francisco Alex (Mazinho), Daniel, Marquinho e Matheus Vargas; Rodolfo, Mike e Marcus Vinicius (Crysan).
Técnico: Fernando Diniz.

Paraná: Marcos; Diego Tavares, Alisson, João Paulo e Henrique Gelain; Leandro Silva (Anderson Uchôa), Lucas Otávio e Nadson; Guilherme Queiroz (Lúcio Flávio), Robson e Fernando Karanga (Pitty).
Técnico: Marcelo Martelotte.

Cartão amarelo: Rodolfo, Francis e Wesley (OES). Marcos (PRC).
Gols:
Crysan aos 26′ do segundo tempo, Marquinho aos 35′ do segundo tempo e Rodolfo aos 42′ do segundo tempo (OES). João Paulo aos 20′ do primeiro tempo, Fernando Karanga aos 36′ do primeiro tempo e Lúcio Flávio aos 49′ do segundo tempo (PRC).