Valquir Aureliano
Do ataque à criação: Jefferson Maranhão vai exercer sua função de origem contra o Americana

Sem abrir mão do mistério, o técnico Roberto Fonseca prepara o time que enfrenta o Americana, no sábado (10), na Vila Capanema. Os portões fechados no treinamento, segundo o técnico, têm uma razão de ser. “A imprensa de Curitiba é forte e o adversário trabalha em cima do que ele vê”, apontou. “Vocês com certeza passariam até as trocas que a gente pretente de fazer e isso atrapalha a gente”, justificou o treinador.

Como presença praticamente garantida em campo está o lateral direito Marquinho. Recuperado de uma amigdalite, o jogador substitui Lisa que, de casamento marcado para este sábado, não está relacionado contra o Americana. Antecipando o que deve ser lei nas próximas rodadas, o treinador já testa as peças que podem ser aproveitadas quando o time titular não estiver completo.”Nós estamos num momento que vai se perder muito atleta, então temos que preparar as substituições pra gente não ter mais a oscilação que tivemos”, avalia o treinador.

A declaração de Fonseca se refere às baixas importantes e praticamente definitivas que o time deverá ter para a sequência da Série B. Os meias Cambará e Welington seguem sob os cuidados do departamento médico e provavelmente não voltem à disputar a Série B. Já o zagueiro Cris treina com bola e deve ser liberado na semana que vem.

Com todas as modificações, o time que enfrenta o Americana deve ter Zé Carlos; Marquinho, Brinner, Amarildo e Lima; Maycon Freitas, Serginho, Douglas Packer e Jefferson Maranhão; Hernane e Ricardinho.

A Banda B transmite Paraná Clube e Americana neste sábado (10), a partir das 16h, com narração de Paulo Sérgio.