Por João Pedro Alves e Monique Vilela

O filme se repetiu e a sina continua, agora o Paraná tem uma sequência de três derrotas consecutivas no Campeonato Paranaense. Após mais um insucesso, desta vez por 1 a 0 para o J.Malucelli na Vila Capanema na noite desta sexta-feira (31), o técnico Milton Mendes novamente evitou fazer críticas à equipe paranista. A única coisa que ele cobrou mais dos atletas para a sequência do estadual foi ousadia.

Esta é, segundo o comandante, uma carência maior que a dificuldade do Tricolor em criar lances de perigo ou colocar a bola nas redes – algo recorrente neste início de temporada. “Falta um pouco mais de atitude, precisamos de mais ousadia. Não existe vencedor sem ousadia. Prometo à torcida que vamos trabalhar e lutar sempre”, disse Milton em entrevista coletiva.

Assim como depois das outras duas derrotas no Paranaense, o treinador seguiu a linha de valorizar o trabalho que está sendo feito e pediu paciência, garantiu que os resultados aparecerão mais para frente. “Estamos todos muito tristes, não era o início que queríamos. Mas o caminho não são só flores, têm bolhas também. Vamos buscar as flores mais à frente”, disse, em tom filosófico.

No entanto, a torcida já começou a perder a paciência e protestou nas arquibancadas da Vila Capanema cobrando vitórias imediatas, mais empenho dos jogadores e até “pedindo a cabeça” do técnico. Nada que tenha abalado a confiança de Milton Mendes ou faça ele mudar a forma de agir.

“A pressão existe no futebol e existirá sempre. Quem está aqui tem que estar acostumado a isso. Vamos passar segurança ao elenco e espero transmitir tranquilidade. Estamos fortes e firmes com o propósito de fazer o time chegar aos objetivos”, finalizou.

Necessitando de uma vitória para o trabalho não ficar comprometido e Milton não balançar no cargo, o Paraná volta a jogar pelo Paranaense apenas no próximo domingo (9), quando sai de Curitiba pela primeira vez no ano para enfrentar o Operário, em Ponta Grossa.

Notícias relacionadas:

Mudanças não resolvem, e Paraná sofre terceira derrota seguida no estadual para o J.Malucelli