Por João Pedro Alves

Com a eliminação precoce do Campeonato Paranaense e a crise financeira que vive, o objetivo atual do Paraná é reformular o elenco para Série B do Campeonato Brasileiro e enxugar a folha salarial. Esse processo, inclusive, já teve início na Vila Capanema nesta sexta-feira (28) com as duas primeiras saídas: o zagueiro Júnior Lopes e o atacante Paulo Roberto.

Titulares em alguns jogos deste estadual, apesar de terem ficado como opção na maioria das vezes, os jogadores “pediram o boné” e rescindiram o contrato que tinham com o Tricolor no final desta semana. A decisão já foi oficializada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Como o Paraná contratou 19 atletas nesta começo de temporada e viu o elenco inchar, a tendência é que mais atletas deixem o clube nas próximas semanas como parte da filosofia de diminuição de gastos, que prevê corte de cerca de 30% da folha salarial. Os possíveis nomes que podem aumentar a lista de dispensas são mantidos em sigilo.

Em contrapartida, mesmo com os cofres vazios, a diretoria tricolor ainda tenta trazer atletas para reforçar o plantel para a Série B. Os primeiros contratados podem vir do Rio Branco, espécie de “filial” do Paraná neste Paranaense. Do litoral do estado, podem vir nomes como o lateral-esquerdo Fábio Alves e o meia Bismarck.