Por Felipe Dalke com informações de Monique Vilela

Matheus Carvalho quer brigar pela titularidade (Monique Vilela/Banda B)

O Paraná, pela primeira vez, vai ter de viajar para entrar em campo no Campeonato Paranaense, já que nas quatro primeiras rodadas ficou em Curitiba, e conquistou três vitórias e apenas uma derrota. Agora, para a partida contra o PSTC, o treinador Wagner Lopes deve realizar novas mudanças no time, e o meia-atacante Matheus Carvalho quer mostrar serviço e colocar uma pulga atrás da orelha do comandante.

Para ele, o importante é estar mostrando o potencial, tanto nos treinamentos quanto nos jogos, quando as oportunidades aparecem. “Cada um tem o seu potencial, tem sua característica, e todos desde o dia 2, quando nos apresentamos, estamos dando o máximo e temos que dar a dor de cabeça para o Wagner Lopes e a comissão técnica, tanto nos treinos quanto nos jogos”, garantiu.

Um dos jogadores que disputa posição com Matheus é o Guilherme Biteco, que entrou bem nos últimos dois jogos, e o jogador garantiu que ainda precisa de mais alguns dias para chegar na mesma forma física. “O Biteco joga um pouco mais atrás, mas ele tá jogando bem, tá mais bem preparado, eu tive apenas alguns dias para me preparar mas corri e fiz o que pude. O importante é ele ter entrado bem também, feito a jogada para o Renatinho fazer o gol”, disse.

Jogador em Cornélio Procópio, em Curitiba ou em qualquer lugar, para Matheus Carvalho a responsabilidade pela vitória continua sendo igual, já que o Tricolor quer classificar bem para a próxima fase. “A responsabilidade é a mesma, como nós fomos no jogo contra o São Bento, temos que treinar sério e a sequência de vitórias continuará acontecendo. O jogo contra o Coritiba foi atípico, uma equipe mista, mas é continuar trabalhando para conseguir vencer”, concluiu.

O jogo acontece neste domingo, às 17h, no estádio Ubirajara Medeiros, e o técnico Wagner Lopes irá relacionar 23 jogadores já que logo depois continua no interior do estado para enfrentar o Londrina, pela Primeira Liga. A novidade é o retorno de Zezinho, que cumpriu suspensão, enquanto Jonas Pessali continua de fora, vetado pelo departamento médico. O volante Leandro Vilela também foi vetado pelo pisão que levou no tornozelo, no jogo contra o J. Malucelli.