Por Pedro Melo com informações de Osmar Antônio

Paraná terá novidades no meio-campo para enfrentar o Bahia. (Osmar Antônio/Banda B)

Paraná terá novidades no meio-campo para enfrentar o Bahia. (Osmar Antônio/Banda B)

Os resultados no início da rodada deixaram o Paraná mais próximo da zona de rebaixamento apesar dos cinco pontos de vantagem. O discurso no grupo paranista já passou a ser os 45 pontos para escapar da queda, mas o técnico Marcelo Martelotte ainda não quer falar do assunto.

Martelotte declarou que o pensamento será sempre da vitória independente da posição na tabela de classificação. “Falar em zona de rebaixamento não. A gente sempre pensa em pontuação e vitória em qualquer situação mesmo com a necessidade de vitória para ficar entre os quatro primeiros colocados ou de fugir de uma situação incomoda no final de tabela. Precisamos nos concentrar bastante para que esses pontos venham e a gente pensa em objetivo maiores”, comentou.

Na próxima rodada, o Tricolor encara o Bahia, uma das equipes com mais investimentos na Série B, e apesar da dificuldade, o treinador sabe da importância de conquistar os três pontos. “É um momento importante dentro do campeonato, o Bahia é uma das equipes que mais investiu no campeonato. A gente precisa encarar com responsabilidade o nosso momento e o resultado tem um peso importante para a sequência do campeonato”, declarou.

Para a partida, Martelotte não contará mais com o volante Jean, que foi oficializado como novo reforço do Corinthians, mas o fato de não contar com o jogador não preocupa o comandante paranista. “Recebi com naturalidade [a saída de Jean] porque precisa encarar como funciona as coisas no mercado principalmente no futebol brasileiro. Do mesmo jeito que o Corinthians veio buscar o Jean é porque perdeu outro jogador que não teve condição de segurar. É uma condição que existe com todas as equipes”, disse.

As novidades na escalação deverá ser o jovem Claudevan justamente na posição de Jean e o meia Cristian na vaga de Nadson. O provável time tem Marcos; Leandro Silva, Alisson, Leonardo e Rafael Carioca; Anderson Uchoa, Claudevan, Murilo Rangel (Válber) e Cristian; Fernando Karanga e Robson.