Por Pedro Melo com informações de Monique Vilela

Marcelo Martelotte ressaltou o fato do Paraná jogar apenas na próxima semana. (Monique Vilela/Banda B)

Marcelo Martelotte ressaltou o fato do Paraná jogar apenas na próxima semana. (Monique Vilela/Banda B)

O Paraná mais uma vez não conseguiu transformar o apoio da torcida na Vila Capanema. Em sete partidas, o Tricolor tropeçou em quatro rodadas como mandante e o empate em 0 a 0 com Avaí ainda impediu a chegada no G4 da Série B.

Na entrevista coletiva, o técnico Marcelo Martelotte lamentou o empate sem gols, mas vê uma boa perspectiva para a equipe na sequência da competição. “Lógico que a gente sai frustrado com o resultado. Somar mais três pontos era importante e claro que existe a frustração pelo resultado, mas não pela apresentação da equipe. Porém, a perspectiva para frente é positiva e ainda vamos passar por muitas situações difíceis”, comentou.

Durante a segunda etapa, o meia Válber sentiu o desgaste físico, mas ficou em campo durante os 90 minutos e Martelotte optou pela saída de Robson. O treinador explicou que a entrada de Henrique na vaga de Robson foi para ter mais velocidade no ataque.

“A opção foi colocar o Henrique para ter volume de jogo. A gente já tinha o desgaste do Robson, ainda tinha 10 minutos de partida e queria uma intensidade maior no final”, disse o treinador.

Agora, o Tricolor terá uma semana de descanso até a próxima rodada diante do Paysandu e o comandante destacou a importância de dar descanso para todo o elenco. “A recuperação é importantíssima e a ideia é que a gente descansa amanhã [quarta-feira] todos os jogadores. A partir de quinta a gente volta a trabalhar mais forte somente com quem não vem jogando”, finalizou.