Após a derrota por 4 a 3 para a Ponte Preta, o técnico Guilherme Macuglia classificou como “um grande jogo” o duelo desta noite, no Moisés Lucarelli. O treinador admitiu que correu riscos ao abrir a equipe tricolor na etapa final, mas justificou essa atitude por conta da “necessidade de vencer”.

“Foi um grande jogo, nossa equipe buscou o resultado de todas as formas. Nós tínhamos uma proposta para o primeiro tempo e tivemos oportunidade de sermos mais ofensivos. A gente lamenta o resultado em função daquilo que a equipe produziu”, disse o treinador. “Nós abrimos a equipe no segundo tempo. Corremos risco de sofrer ataques intensos da Ponte, mas precisávamos do resultado”, completou Macuglia.

Quando a partida ainda estava 0 a 0 e o Paraná bem postado em campo, o árbitro marcou um pênalti inexistente a favor da Macaca. A falta, de Brinner em Renatinho, aconteceu fora da área, mas com a penalidade máxima marcada, a Ponte abriu o placar no fim do primeiro tempo. Macuglia evitou criticar este erro de arbitragem:”O pessoal comentou que o pênalti não existiu, mas isso faz parte do futebol. O que fica é que a equipe lutou até o fim contra um adversário de muita qualidade”.

Sobre as chances de subir terem diminuído após a derrota de hoje, o treinador preferiu não jogar a toalha, restando seis jogos para o fim da Série B. “Nós sempre tratamos jogo a jogo, independente da situação na tabela”, finalizou Guilherme Macuglia.