Uma semana conturbada separou o Paraná do seu próximo advesário na Série B do Brasileiro. Neste sábado, o Tricolor recebe o Goiás na Vila Capanema e a vitória é o único resultado que interessa tanto para o novo técnico do time, Guilherme Macuglia, quanto para o elenco, que, abatido pelas críticas da diretoria, quer mostrar poder de reação.

Com 29 pontos, o Esmeraldino está na cola do Paraná, em 12º lugar no campeonato. A campanha do time goiano fora de casa ainda é tímida: em 11 partidas disputadas longe do Serrra Dourada, foram apenas um empate e duas vitórias. Números que animam o time da Vila a retomar a boa forma e se reaproximar do G4. “Eu acho que o momento é de união, a torcida sabe disso. A gente já conversou por aí, o torcedor sabe na necessidade de apoio dos jogadores”, afirmou Guilherme Macuglia, que mudou o esquema tático do time para a partida.

“Aqueles qe vão pra campo estão muito confiantes. As ausências não podemos lamentar: tem que vir novos jogadores, pelo momento da competição e de preferência jogadores que estejam jogando”, adianta o técnico. “A direção vai ter um trabalho árduo trabalho árduo porque é um momento de superação”, define.

Sem o goleiro Zé Carlos e o zagueiro Cris, além de Giancarlo, todos lesionados, o novo comandante já confirmou que a escalação do Paraná que entra em campo para enfrentar o Goiás vai contar com: Luís Carlso; Flávio Boaventura, Brinner e Amarildo; Marquinho, Maycon Freitas, Serginho, Dinelson e Lima; Jefferson Maranhão e Hernane.

A Banda B transmite Paraná Clube x Goiás neste sábado (17), a partir das 16h, com narração de Paulo Sérgio.