Treinador chegou à quarta vitória consecutiva em casa no comando do Paraná (Geraldo Bubniak /AGB)

Mesmo com dificuldades, o Paraná manteve a superioridade em casa na Série B, derrotou o ABC-RN por um a zero, na tarde deste sábado (12), na Vila Capanema, e se aproximou do G4 da competição. Após o triunfo paranista diante de sua torcida, o técnico Lisca avaliou a dificuldade encontrada pela equipe na partida diante do vice-lanterna do campeonato.

“A nossa ideia era de ter um pouco mais de jogo, pois esperávamos o ABC um pouco mais retraído. Eles vieram com uma proposta mais agressiva do que a gente imaginava e com uma formação diferente que estávamos acostumados. Se reparar no jogo, os jogadores da extrema, pegaram muito as bolas por dentro. E, neste sentido, pedi para os laterais não acompanharem para dentro, pois esta cobertura cabia aos volantes. Sofremos um pouco nisso e por isso coloquei o Gabriel [Dias] no segundo tempo, pois tem mais o poder de combater e maior mobilidade”, analisou o comandante paranista em entrevista coletiva.

Depois de três goleadas consecutivas dentro de casa, Lisca comentou a vitória por apenas um gol de diferença diante de uma equipe da zona de rebaixamento e prevê um segundo turno com jogos cada vez mais disputados e placares apertados. “Hoje era um jogo para ganhar. O segundo turno é uma outra competição, os jogos são mais disputados, é tudo ou nada para todo mundo. Então, todos os jogos, podem ter certeza que serão decididos em detalhes e aqueles placares mais elásticos irão acabar”, afirmou.

Com jogadores desgastados, o treinador realizou as três alterações por questões físicas e espera contar com o atacante Robson, que deixou o campo com dores no ombro e preocupa para a próxima partida. “No segundo tempo, com a saída do Minho, perdemos o nosso principal escape. O Renatinho sentiu uma dor na panturrilha e o Zezinho também sentiu. Quase fiz as três alterações no intervalo”, disse. “O Robson eu espero que não seja nada, ele está com muita dor, mas ainda é muito cedo para fazer uma avaliação. Vamos esperar até segunda-feira para fazer um diagnóstico mais fidedigno”, concluiu.

O Tricolor volta a campo no próximo sábado (19), às 19h, contra o Paysandu, no Estádio do Mangueirão, em Belém, em jogo válido pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Confira a entrevista coletiva do técnico Lisca: