Monique Vilela

Quando o clima parecia estar tranquilo no Paraná, a situação volta a ficar turbulenta. Em mais uma atitude de protesto, os jogadores voltaram a não treinar na tarde desta quarta-feira – situação que aconteceu duas vezes na última semana. Desta vez os atletas não subiram ao gramado para realizar as atividades normalmente em protesto ao atraso dos salários dos funcionários do clube.

A diretoria paranista havia prometido pagar para funcionários e jogadores os valores referentes ao mês de outubro nestra quarta-feira. Porém, o pagamento foi feito apenas para os atletas., e em solidariedade aos funcionários os jogadores resolveram não participar da atividade que esatava programada para esta tarde.

Esta é a terceira vez nos últimos oito dias que os jogadores paranistas se recusam a treinar. Na última semana, os atletas deixaram de realizar os treinos normalmente por duas vezes, e trabalharam apenas uma vez antes da partida contra o ASA-AL, que terminou em 2 a 0 para o Tricolor.

A reportagem da Rádio Banda B entrou em contato com a diretoria paranista para saber sobre a situação, mas os dirigentes não atenderam às ligações. Os jogadores tricolores também não atenderam às ligações da reportagem.

Está programado para estas quinta-feira à tarde, na Vila Capanema, mais um treinamento para os jogadores paranistas. Antes do treino haverá a abertura para a imprensa conversar com jogadores ou com o técnico Toninho Cecílio.