Apesar de ter caído uma posição na tabela com o empate em 1 a 1 com o Guarani, o Paraná segue no G4 da Série B, na quarta colocação, com 28 pontos. O Tricolor, aliás, está há 13 rodadas seguidas na zona de classificação para a elite do futebol brasileiro. E nas 17 rodadas disputadas até aqui, apenas em duas o Paraná não esteve no G4.

Faltando dois jogos para o fim do primeiro turno, a equipe paranista faz as contas e traça metas para fechar essa etapa do campeonato ainda no G4. O Tricolor ainda enfrenta o Sport, neste sábado, a partir das 16h20, na Vila Capanema, e depois fecha o turno fora de casa, jogando contra o Bragantino, dia 27 de agosto.

Para o atacante Giancarlo, vencer o Sport é fundamental para que o Tricolor não seja ultrapassado na tabela e também para atingir a meta traçada pela comissão técnica: Fechar o primeiro turno com, no mínimo, 32 pontos (seria necessário uma vitória e um empate nas duas partidas que faltam para chegar à essa pontuação).

“Temos que somar os três pontos para manter nosso objetivo de atingir, pelo menos, 32 pontos no primeiro turno”, disse Giancarlo, que deu a receita para que o Paraná vença o Sport, neste sábado. “Vamos ter que trabalhar bem a bola, tanto pelo meio quanto pelas alas para chegarmos ao gol. Temos atletas de mais 1.85m e temos que fazer a bola parada prevalecer”, completou o atacante.

Criciúma, com 26 pontos, e Goiás, com 25, são as equipes que podem ultrapassar o Paraná caso a equipe não vença o Sport amanhã. A torcida tricolor promete uma grande festa para empurrar o time em busca de mais uma importante vitória na Série B, com direito até a carreata para acompanhar o ônibus dos jogadores na chegada à Vila Capanema.