O departamento médico vai ser decisivo para a escalação do Paraná Clube que enfrenta a Lusa no próximo sábado (03). Com dúvidas, o técnico Roberto Fonseca comandou um treinamento fechado nesta quinta e só relaciona o time que enfrenta a líder Portuguesa amanhã. Enquanto isso, o time vive a expectativa da avaliação médica do zagueiro e capitão Cris, que sentiu dores na panturrilha e é dúvida para o jogo de sábado. Caso a ausência se confirme, a opção mais certa é Luciano Castán.

Aos cuidados do departamento médico também está o goleiro Zé Carlos, com uma lesão na lombar, Cambará, que se recupera de uma pancada no tornozelo, Amarildo, que teve uma pubalgia e Junior Urso, recém-recuperado de caxumba. O volante, inclusive, se diz em ótimas condições e expera a resposta médica para poder enfrentar a líder Portuguesa no Canindé.

Entre as possíveis mudanças pode estar o lateral-direito Marquinho. O jogador ainda não estreou com a camisa do Tricolor e acredita que fazer seu jogo inaugural em um momento tão importante seria um privilégio. “Esses são os jogos bons pra jogar. Com times grandes, que vem pra cima e deixam jogar”, analisou o jogador que veio do Fluminense.