Autor do gol do Paraná na derrota por 2 a 1 para o Sport na tarde deste sábado, na Vila Capanema, o volante Everton Garroni não fez questão de comemorar os méritos de ter ido às redes. Para o jogador, mais importante que marcar o gol seria se ele tivesse ajudado o time a conquistar mais uma vitória dentro da Série B.

“Trocaria o gol pela vitória. Independente de quem faz o gol, a vitoria é sempre mais importante. Agora é focar, temos o Bragantino fora de casa, e temos que recuperar esses pontos perdidos na Vila longe daqui”, afirmou o jogador.

Para Garroni, apesar da derrota, a atuação do Paraná não jogo não foi apenas passível de críticas. O volante viu um bom segundo tempo, onde o Tricolor lutou, mas infelizmente levou o gol na reta final.

“A equipe jogou bem. No primeiro tempo não fomos muito efetivos, não tivemos muitas chances de gol, mas no segundo atacamos bastante, só que eles foram felizes no contra-ataque, fizeram o gol e levaram os três pontos. O campeonato é longo, e a gente vem se mostrando forte fora de casa”, disse.

O protesto de parte da torcida ao final do jogo com vaias e gritos não é para Garroni a melhor maneira de se tratar o momento. O volante vê como fundamental o apoio do torcedor na caminhada dentro da Série B.

“Essa minoria que vaia tem que observar o resto do estádio, e ver que eles estão nos apoiando. A torcida tem o direito de vaiar, mas torcedor mesmo é aquele que incentiva os 90 minutos, e depois de não obter o resultado aí sim começa e vaiar e protestar”, explana.

Orevés contra o Sport – o terceiro dentro de casa na competição -, foi mais umresultado lamentado pelos jogadores, mas que para Garroni não pode ser considerado o fim da luta paranista na Série B.

“Não podemos baixar a cabeça. A caminhada é longa, e não podemos deixar bater o desespero por perder em casa. Temos um grupo, formamos uma família, e isso vai levar o Paraná ao acesso”, finaliza.

Assista ao vídeo de Everton Garroni: