Sem apresentar o mesmo bom futebol que o levou a vencer o vice-líder do Campeonato Brasileiro, Náutico, o Paraná Clube amargou uma derrota pouco esperada em Juazeiro do Norte. De virada, o time perdeu por 3 a 1 para o Icasa e, agora, vê como muito remotas quaisquer chances de acesso à Série A.

“A equipe aceitou a pressão e com saída do Dinelson, perdemos a tranquilidade”, lamentou o técnico Guilherme Macuglia, ao destacar a saída do atacante que, após marcar o único gol do time no jogo, lesionou o tornozelo.”A equipe não soube trabalhar a bola. Os jogaodres sentiram e hoje não renderam o que se esperava: os principais jogadores da vitória contra o Náutico não repetiram a atuação”, avaliou.

Embora o primeiro tempo tenha sido melhor aproveitado pelo Paraná, o time abusou da ligação direta, jogada pouco típica dentro das características do grupo. O Icasa se aproveitou do desequilíbrio e partiu pra cima. “Eles tiveram a felicidade de fazer os gols no momento certo e, na pressão, impediram que a gente saísse. Faltou criatividade, trabalhar melhor a bola, melhorar o passe”, enumerou.

O desafio da próxima rodada é vencer o Vitória em casa, para tentar pontuar e não se aproximar ainda mais da zona do rebaixamento. E, segundo o técnico, são os erros de passe que não podem mais se repetir nos jogos que seguem.”Tivemos momentos de enfrentamento com ao adversário e não consgeuimos levar vantagem. Em cima dos erros de passe, a gente não conseguiu jogar e perdeu a bola com muita facilidade na saída rápida deles”, finalizou Macuglia.