Ouça o áudio

Futura Press
Atacante Giancarlo contou com desvio para empatar a partida na Fonte Luminosa

Vencer parecia difícil. De casa nova, o Guarani mostrou por que está invicto há cinco jogos e, na base da velocidade, pressionou o Tricolor. Valente, o Paraná Clube conseguiu empatar depois de sair atrás no placar e a partida terminou empatada em 1 a 1 na Fonte Luminosa, com gol de Denílson pelo Bugre e Giancarlo, com desvio contra de Jonnathans Já no fim da partida, a pressão foi toda do Tricolor, que se jogou ao ataque e por muito pouco não volta pra Curitiba com vitória. (Ouça o gol de Giancarlo na narração de Paulo Sérgio)

O Paraná Clube é o terceiro colocado do Campeonato Brasileiro da Série B, com 28 pontos. Na próxima rodada, o time da Vila recebe o Sport, no sábado (20), às 16h20.

Velocidade do Bugre

Sem perder há cinco partidas, o Guarani partiu pra cima e assustou a defesa tricolor nos primeiros minutos, mostrando toda a sua velocidade na saída de bola. Diferente na escalação, o Paraná Clube foi a campo com Brinner improvisado na direita o estreante Gleidson pela ala esquerda, alterações que ditaram o ritmo do time em toda etapa inicial.

As mudanças surpreenderam, mas não de forma positiva. Ao não optar por Lisa, o técnico comprometeu o lado direito do time que ficou incompleto da defesa ao ataque. Marcado, Serginho pouco fez no primeiro tempo e o time só conseguiu sair da pressão do Bugre depois de 20 minutos de jogo, quando Welington chamou o jogo pra si e o Tricolor chegou com mais ofensividade.

Jogo aberto, pressão e gol

No segundo tempo, a história se repetiu: dominado pelo time da casa, o Tricolor dava espaços e virou presa fácil para o Guarani, que fez o goleiro Zé Carlos trabalhar para impedir o gol. E foi quando o Roberto Fonseca sacou Brinner para a entrada de Lisa que o Tricolor não segurou a pressão e levou um gol que já madurava há algum tempo: aos 19 minutos, Denílson deixou Cris na saudade e disparou no ângulo para abrir o placar.

Enquanto o Guarani era forte nos contra ataques pelas laterais, o Tricolor apostou na velocidade dos atacantes para chegar ao gol. E chegou. Trabalhada, a bola chegou aos pés de Giancarlo, que chutou e contou com o desvio da zaga para empatar a partida em Araraquara. Francamente aberto, o jogo era de dois times que se lançaram ao ataque com tudo e Zé Carlos ainda fez um verdadeiro milagre para garantir um ponto ao Paraná.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 1 X 1 PARANÁ

Local: Fonte Luminosa, Araraquara (SP)

Data/hora: 16/08/11 – 19h30

Árbitro: Diego Pombo Lopez

Auxiliares: Adaílton José de Jesus Silva e Raimundo Carneiro de Oliveira

Renda e Público: Não disponível.

Cartão amarelo: Giancarlo (PAR); Lucas (GUA)

GOL: Denilson, 19”/2ºT (1-0); Giancarlo, 33”/2ºT (1-1);

GUARANI: Emerson; Bruno Peres, Ewerton Páscoa, Aislan e Jhonnathans; Lucas, Dadá, Ancelmo e Felipe (37”/2ºT, Jefferson); Fabinho (22”/2ºT, Assisinho) e Fernandão (14”/2ºT, Denilson). Técnico: Giba.

PARANÁ: Zé Carlos; Luciano Castán, Cris, Brinner (17”/2ºT, Lisa) e Gleidson; Junior Urso, Serginho (25”/2ºT, Jefferson Maranhão), Everton Garroni e Wellington (35”/2ºT, Ricardinho); Borebi e Giancarlo. Técnico: Roberto Fonseca.