A saída de Paulo César Silva do cotidiano do Paraná Clube atendeu, segundo o próprio dirigente, a exigências feitas pelos próprios jogadores após o empate com o Goiás, na Vila Capanema. Mesmo afastado do grupo, o vice de futebol deve manter suas atividades junto à diretoria do clube, a pedidos do presidente Aramis Tissot. Com o dirigente só nos bastidores, a cúpula paranista agora volta as suas atenções ao tempo. Isso porque o prazo para a inscrição de jogadores no campeonato vence na próxima segunda-feira (26).

“O Paulo é importante, batalhador. Nós vínhamos trabalhando juntos e ele continua fazendo seu trabalho junto com a diretoria, dando respaldo para o futebol”, afirmou o diretor de futebol Guto de Melo à Banda B. Além dos três reforços que serão anunciados ainda nesta semana – um volante, um meia e um atacante -, a diretoria agora corre contra o tempo para tentar atender ao pedido do novo comandante Guilherme Macuglia.

“Estamos correndo atrás porque essa é a última semana para inscrever jogadore. Tudo para tentar atender aos pedidos do treinador. Estamos tendo cuidado pra não onerar o clube e trazer atletas que nos ajudem”, completou Melo que acredita: no futebol, nem sempre investir pesado é investir certo. “O Goiás investiu muito dinheiro para trazer jogador e está abaixo da gente. Esse elenco é um bom elenco, é compacto, mas perdeu um pouco o foco”, analisou.

Mesmo a nove pontos de retornar ao G4, o Paraná espera engrenar a reação diante do vice-líder do Brasileiro, Náutico, em casa. “Eu acredito no elenco. Vamos passo a passo. Temos que esquecer a possibildiade de classificação ou almejar qualquer coisa. O importante é voltar a se encontrar com a vitória”, definiu Guto de Melo.