Por Pedro Melo

Paraná empatou os últimos dois jogos por 0 a 0. (Geraldo Bubniak/Futebolparanaense.net)

Paraná empatou os últimos dois jogos por 0 a 0. (Geraldo Bubniak/Futebolparanaense.net)

O Paraná perdeu mais uma oportunidade de se igualar a pontuação do quarto colocado. Com uma bela atuação do goleiro Emerson, o Tricolor perdeu chances de gols, ficou no empate sem gols com o Paysandu, mas segue em quinto lugar na tabela de classificação.

Mais uma vez o time paranista teve dificuldades para furar a retranca adversária em jogos na Vila Capanema e ficou no empate sem gols pela segunda partida consecutiva. Em oito jogos como mandante, o Tricolor venceu apenas três vezes, empatou outras quatro e perdeu um jogo.

Agora, o elenco paranista terá 10 dias para corrigir os erros e o próximo compromisso será apenas no dia 22 de julho contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hulse.

Primeiro tempo sem gols na Vila

Precisando da vitória para não se distanciar do G4, o técnico Marcelo Martelotte colocou uma formação mais ofensiva e escalou Nadson, Murilo Rangel e Válber na armação. Porém, no primeiro tempo, as melhores chances paranistas aconteceram pelo lado do campo, principalmente com Rafael Carioca.

Logo aos cinco minutos, Rafael Carioca cruzou para Lúcio Flávio que desviou pela linha de fundo e criou a primeira chance de gol. Depois de uma pressão inicial, o Tricolor passou a encontrar dificuldades de furar a retranca e o melhor momento foi em chute de fora da área do meia Murilo Rangel que o goleiro Emerson defendeu em dois lances.

Tricolor fica com um jogador a mais, mas não marca

Na volta do intervalo, o Tricolor voltou disposto a marcar e quase abriu o placar em chute de Rafael Carioca que passou perto do gol. A situação ficou mais favorável quando o volante Augusto Recife recebeu o segundo cartão amarelo e deixou o Paysandu com um jogador a mais.

Com vantagem numérica, a equipe paranista ficou ainda mais ofensiva com a entrada de Robert, mas foi justamente o atacante quem perdeu uma chance inacreditável já nos acréscimos. Após cruzamento na área, Lúcio Flávio escorou de cabeça e Robert furou dentro da pequena área.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 0X0 PAYSANDU

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR).
Data: 12 de julho de 2016.
Horário: 21h30.
Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE).
Assistentes: Arnaldo Rodrigues de Souza (CE) e Armando Lopes de Sousa (CE).
Público e renda: 2.303 pagantes/3.148 presentes/R$ 42.865,00.

Paraná: Marcos; Diego Tavares, Alisson, Leandro Silva e Rafael Carioca; Basso, Murilo Rangel, Nadson (Robert) e Válber (Henrique); Robson e Lúcio Flávio.
Técnico: Marcelo Martelotte.

Paysandu: Emerson; Edson Ratinho, Fernando Lombardi, Gilvan e Lucas; Augusto Recife, Ricardo Capanema (Domingues), Jhonnatan e Tiago Luis (Gualberto); Mailson e Alexandro (Rafael Costa).
Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Cartões amarelos: Mailson, Gilvan e Lucas (PAY); Lúcio Flávio e Nadson (PRC).
Cartão vermelho: Augusto Recife (PAY).