Por Pedro Melo 

Confira os gols da classificação paranista na narração de Paulo Sérgio:

Paraná ganhou R$ 680 mil com a classificação para a terceira fase. (Jason Silva/AGIF/Estadão Conteúdo)

Contra tudo e contra todos, o Paraná está classificado para a terceira fase da Copa do Brasil. Depois do supervisor da CBF, Pedro Paulo, cometer uma gafe de tirar o Tricolor da competição, o time paranista entrou em campo com muita moral e teve o apoio de mais de nove mil torcedores para eliminar o Bahia por 2 a 0.

Os dois gols da classificação saíram no segundo tempo. Aos cinco minutos, Eduardo Brock subiu mais que toda a defesa baiana e cabeceou com força para o fundo das redes. Já aos 38, Ítalo mandou a bola no travessão e Renatinho mandou para as redes no rebote.

Agora, o Paraná disputa a terceira fase contra o ASA e a primeira partida será no dia 16 de março, às 21h30, em Arapiraca. A vaga não foi importante apenas dentro de campo, mas também para os cofres do clube já que o Tricolor ganha R$ 680 mil, praticamente duas folhas salariais de todo o elenco.

Primeiro tempo movimentado, mas sem gols

Ponto forte até o momento na temporada, a defesa paranista deu um susto na torcida logo aos três minutos, quando deixou Zé Rafael tranquilo de marcação, mas o meia do Bahia chutou muito próximo da trave. rapu Já aos 27, o Tricolor respondeu na bola parada. Renatinho cobrou escanteio na área, Gabriel Dias desviou de cabeça e mandou na rede por cima do gol.

Aos 31, a defesa paranista voltou a vacilar e deu espaço para Hernane receber a bola dentro da área. Porém, o camisa 9 chutou sem muita força e a bola bateu em Brock antes de sair. Ainda no primeiro tempo, o Paraná teve a grande chance de abrir o placar aos 38 minutos após boa jogada de Renatinho que deixou Matheus Carvalho na frente do gol e o goleiro Jean fechou a meta.

Tricolor marca duas vezes e garante a classificação

O Paraná começou todo no ataque no segundo tempo e quase abriu o placar aos quatro minutos em rápida jogada de Diego Tavares que demorou para chutar e foi travado. Porém, na jogada seguinte, Renatinho levantou a bola na área e Eduardo Brock cabeceou com muita força para furar as redes do gol de Jean.

Aos 16 minutos, Edson chegou a empatar a partida para o Bahia, mas estava em completo impedimento e o lance foi anulado pela arbitragem. Quando o Tricolor baiano estava no ataque para buscar o empate, deixou a defesa toda aberta e o Paraná marcou o gol da classificação. Guilherme Biteco fez belo cruzamento na cabeça de Ítalo que acertou o travessão, mas, no rebote, Renatinho ampliou o placar. Já nos acréscimos, Renatinho foi expulso de campo e vai desfalcar o time paranista na partida no interior de Alagoas.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 2X0 BAHIA

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR).
Data: 08 de março de 2017.
Horário: 19h30.
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP).
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Evandro de Melo Lima (SP).
Público e renda: 8.366 pagantes/9.481 presentes/R$ 182.414,00.

Paraná: Léo; Júnior, Airton, Brock e Igor; Gabriel Dias, Alex Santana, Diego Tavares e Renatinho; Matheus Carvalho (Guilherme Biteco) e Ítalo.
Técnico: Wagner Lopes.

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Pablo Armero; René Júnior (Gustavo), Edson, Régis (Renato Cajá) e Diego Rosa; Zé Rafael (Maikon Leite) e Hernane.
Técnico: Guto Ferreira.

Cartões amarelos: Zé Rafael (BAH); Alex Santana (PRC).
Cartão vermelho: Renatinho (PRC).
Gols: Eduardo Brock (PRC), aos 5′ do segundo tempo, e Renatinho (PRC), aos 38′ do segundo tempo.