Por Rodrigo Dornelles

Vitória gigante. O Paraná volta do Rio de Janeiro com um enorme resultado na Série B. De virada, com gol aos 45 minutos do segundo tempo, o Tricolor venceu o líder Vasco por 2 a 1. Com o resultado, a equipe fica a dois pontos do tão sonhado G4 da Série B.

Logo nos primeiros minutos o Vasco abriu o placar com Nenê e parecia que a noite seria complicada para o Tricolor. Mas o Paraná conseguiu o empate ainda no primeiro tempo, em gol contra de Jorge Henrique. Na etapa final, aos 45 minutos, Robson fez excelente jogada e serviu Murilo para marcar e garantir a virada e a vitória.

Paraná venceu o Vasco fora de casa. (Greyson Assunção/ Banda B)

Paraná venceu o Vasco fora de casa. (Greyson Assunção/ Banda B)

Com os três pontos, o Tricolor chegou aos 20 na Série B e pulou para o nono lugar. A equipe está a dois pontos do G4. Na próxima rodada, o time tem outro jogo fora de casa, contra o Bragantino, sábado (2), às 16h. Já o Vasco segue líder, com 28 pontos, e na rodada seguinte joga contra o Avaí, também fora de casa, no mesmo dia, a partir de 16h30.

Um gol para cada lado

Time da casa na frente, time visitante com espaço para contra-atacar. O Vasco começou apertando o Paraná e partiu em busca do gol. Em uma cobrança de lateral pela esquerda, a bola passou por todo mundo na área e Nenê encheu o pé para colocar na rede. Alvinegro na frente. Mas o Tricolor tinha espaço para o contra-ataque e tentava levar perigo ao gol de Martín Silva.

Foi em contra-ataques as melhores oportunidades do Paraná. Em uma delas, Robson tomou a bola na frente e serviu Lúcio Flávio, vindo de trás. O atacante chutou forte, mas torto, e mandou para fora. O gol de empate veio de bola parada. Robson cobrou falta de forma perfeita e Jorge Henrique desviou, contra o próprio patrimônio.

No finalzinho, gol da virada e da vitória paranista

Jogando em casa, o Vasco voltou para a etapa final buscando o ataque para fazer o segundo gol. Nenê, em ótima jogada, fez uma fila na defesa paranista e serviu Andrezinho na área, que encheu o pé e deixou o travessão de Marcos balançando. Na volta, Leandrão tentou de cabeça e mandou para fora. O centroavante vascaíno ainda assustou a defesa tricolor em novo levantamento na área. Nenê e Rodrigo também levaram grande perigo ao goleiro Marcos.

A reta final de segundo tempo, no entanto, não foi de grandes emoções em São Januário. Apesar de o Vasco apertar no ataque biscando a vitória, o time carioca não conseguiu encurralar o Paraná na defesa. O Tricolor ainda tinha no contra-ataque uma arma perigosa. E foi em uma bola espirrada, Robson ficou com a sobra no meio de campo, sozinho, avançou em velocidade, cortou o zagueiro e serviu Murilo para virar o jogo na saída de Martín Silva. O gol da vitória paranista.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1×2 PARANÁ

Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).
Data: 28 de junho de 2016.
Horário: 20h30.
Público e renda: 3.035 pagantes/ 3.468 total/ R$ 91.210,00.

Vasco: Martin Silva, Madson, Rodrigo, Luan (Aislan) e Henrique; Diguinho, Júlio dos Santos (William), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Éder Luis) e Leandrão.
Técnico: Jorginho.

Paraná: Marcos; Diego Tavares, Alisson, Leandro Silva e Fernandes; Basso, Rafael Carioca (Claudevan), Murilo e Válber (Henrique); Robson e Lúcio Flávio (Robert).
Técnico: Marcelo Martelotte.

Cartões amarelos: Jorge Henrique, Leandrão e Julio dos Santos (VAS). Robert (PRC).
Gol: 
Nenê aos 6′ do primeiro tempo (VAS). Jorge Henrique (contra) aos 35′ do primeiro tempo e Murilo aos 45′ do segundo tempo (PRC).