O Paraná vem alternando bons e maus momentos dentro da Série B. Fez um jogo muito bom contra o Náutico e venceu por 2 a 0, mas na rodada seguinte, perdeu por 3 a 1 para o Icasa, fora de casa, e viu o G4 ficar ainda mais distante. É com o pensamento de se manter vivo na competição que o Tricolor enfrenta o Vitória, a partir das 20h30 desta sexta-feira, na Vila Capanema.

Uma vitória distancia o Paraná da zona do rebaixamento e ainda permite sonhar com o acesso. Já um novo revés elimina qualquer possibilidade de G4, aí já restando onze rodadas para o fim do campeonato.

Para a partida de hoje, o técnico Guilherme Macuglia fará cinco mudanças na equipe, todas por conta de lesões ou desgaste muscular dos jogadores titulares. A primeira novidade é o retorno de Zé Carlos ao gol, 100% recuperado de uma lombalgia; na zaga, Edson Rocha estreia com a camisa paranista no lugar de Brinner, com desgaste muscular; Lima volta a lateral esquerda; Sílvio também fará sua estreia, já que Maycon Freitas está com dores musculares; no ataque, Borebi substitui Dinélson, lesionado.

Há ainda a possibilidade de Hernane ficar de fora dessa partida, também por dores musculares. Nesse caso, Macuglia testou o prata da casa Ygor na equipe titular. Por conta de todos esses problemas – e da dúvida no ataque – o treinador só revela a escalação do Paraná momentos antes do início do jogo.

“A gente vai dar oportunidade para atletas que estavam de fora. Nós tivemos pouco tempo para treinar e fizemos uma viagem desgastante na volta de Juazeiro do Norte. Estamos com dificuldades, mas vamos dar espaço para que outros jogadores mostrem sua capacidade. A gente vem pensando no jogo a jogo, e no momento que engatarmos uma sequência de bons resultados, podemos almejar o G4”, disse Guilherme Macuglia.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ X VITÓRIA

Local: Estádio Durival Britto e Silva, emCuritiba(PR).
Data:30 de setembro de 2011, sexta-feira
Horário:20h30 (de Brasília)
Árbitro:Gutemberg de Paula Fonseca .
Auxiliares:Eduardo de Souza Couto e Gilberto Stina Pereira.

PARANÁ:Zé Carlos; Marquinho, Edson Rocha, Flávio Boaventura e Lima; Sílvio, Itaqui, Douglas Packer e Henrique; Borebi e Hernane (Ygor).
Técnico:Guilherme Macuglia

VITÓRIA:Fernando; Nino, Maurício, Jean e Elton; Mineiro, Zé Luís, Charles e Geovanni; Marquinhos e Neto Baiano.
Técnico:Vágner Benazzi