Ouça o áudio

Considerado o segundo jogador mais feio do Campeonato Parananse em 2009 graças ao cabelo que remetia ao visual do ídolo do Michael Jackson, o goleiro Zé Carlos retorna ao grupo tricolor com uma missão duplamente complicada: devolver o clube à elite do futebol nacional, além de resgatar o time da Segundona do Paranaense. E se depender da boa impressão do jogador junto à torcida, a empreitada deve ser de êxitos para o novo elenco comandado por Ricardo Pinto. (Confira a entrevista completa do novo goleiro no ícone acima)

Geraldo Bubniak
Cabeleira do jogador fez a torcida apontar semelhanças com o Rei do Pop

Carismático, Zé Carlos sabe que está nas graças da galera tricolor e admite que volta ao clube movido pela sua vontade. “O torcedor só pediu meu retorno porque tive a oportunidade de fazer bons jogos em 2009″, aponta, sabendo que deixou uma boa impressão.”Fui um dos que pedi pra voltar pro Paraná pra integrar o projeto paranista”, revela, ainda sem saber se irá conseguir repetir as boas atuações de dois anos atrás.

Zé Carlos deve ser um ponto de equilíbrio no novo elenco, já que conhece o ambiente do CT da Gralha e pode ambientar os novos companheiros, que devem se acostumar com as brincadeiras aplicadas pelo goleiro. “Você tem que ser alegre, espontâneo porque é assim que se faz um grupo. Não adianta chegar com a cara fechada que você não vai ser bem recebdo”, dá a dica. “Espero que todos gostem, às vezes a gente brinca um pouco mais, mas é o meu modo de ser”, adverte Zé Carlos.

Já mais sério, o goleiro sabe que a temporada será de muita pressão e não quer decepcionar. “A responsabilidade é de todos e eu não fujo disso. O torcedor tem que nos ajudar, somos um novo grupo e temos que colocar o paraná na elite do futebol brasileiro”, se compromete o goleiro, que, como Rogério Ceni, é uma boa alternativa nas bolas paradas.