Por Rodrigo Dornelles
Tricolor somou mais pontos fora do que em casa. (Divulgação/ Paraná)

Tricolor somou mais pontos fora do que em casa. (Divulgação/ Paraná)

Um bom aproveitamento dentro de casa é sempre o que se espera de uma equipe em um campeonato. Pontuar quase ao máximo como mandante e buscar pontos fora de casa costuma ser o objetivo dos times de futebol em competições de pontos corridos. Esse seria o caminho “natural”. Mas o Paraná, pelo menos nesta Série B, faz o caminho inverso. A equipe tem um ótimo aproveitamento fora de casa, mas acaba falhando na Vila Capanema.

Depois de duas vitórias consecutivas como visitante, o Tricolor encarou o Avaí na noite desta terça-feira (5) na Vila precisando de uma vitória para entrar no G4. O resultado foi um empate em 0 a 0 e o gosto amargo de deixar escapar a oportunidade. E é exatamente o aproveitamento ao lado do torcedor que tem prejudicado a equipe.

Jogando fora de casa, o Paraná tem um ótimo aproveitamento. O time é o terceiro que mais pontuou como visitante até o momento na Série B. Foram 12 pontos conquistados longe de Curitiba em oito jogos, um aproveitamento de 50%. A equipe fica atrás apenas de Vasco e CRB. Foram apenas duas derrotas fora, na estreia, em Pelotas, contra o Brasil, e para o Náutico, na oitava rodada, em Pernambuco.

No entanto, dentro de casa, apesar de ter um aproveitamento superior, de 61,11%, o Tricolor somou apenas 11 pontos e é o 12º no ranking de mandantes. Em quinto na classificação, o Paraná fica atrás dos quatro primeiros, Vasco, Atlético-GO, Ceará e CRB, quando o assunto é o aproveitamento em casa.

Com mais uma partida na Vila Capanema na próxima rodada, o Tricolor busca mudar o panorama dentro de casa para se colocar ainda mais acima na Série B. O time paranista encara o Paysandu, na próxima terça-feira (12), a partir das 21h30.