Por Pedro Melo

Maurílio vai reencontrar clube em que é ídolo. (Divulgação/ASA)

Maurílio Silva vai viver uma situação inusitada na próxima quinta-feira (16). Considerado um dos grandes ídolos da história do Paraná, o atual treinador do ASA disputa a terceira fase da Copa do Brasil justamente contra o Tricolor e busca a classificação inédita do clube alagoano para a quarta fase.

Depois de surpreender o Coritiba em pleno Couto Pereira na fase anterior, o ASA segue o bom momento e lidera o grupo B do Campeonato Alagoano. Mesmo assim, Maurílio admite que o favoritismo no confronto é todo do Paraná. “Vamos ter calma, é um adversário com qualidade que nós respeitamos e sabemos que o favoritismo está do outro lado. Vamos viajar com os pés no chão, da mesma forma que foi contra o Coritiba, respeitando e buscando o resultado”, comentou.

Para o jogo da Copa do Brasil, o técnico contará com os retornos do zagueiro Eron e também do atacante Leandro Kível, que estavam suspensos no estadual e foram os responsáveis pelos gols que classificaram o ASA contra o Coxa. Quem também volta é o meia Mazinho, outro que cumpria a suspensão automática.

Aos 47 anos, Maurílio foi um dos principais jogadores do Paraná na década de 90, conquistou dois títulos estaduais em 1991 e 1995 e também a Série B de 1992. O ex-atacante também jogou no Tricolor em 2000 e 2003.