O departamento jurídico do Paraná denunciou no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o árbitro da partida contra o Vitória, Felipe Varejão, e o bandeirinha José Linhares, por erros contra o Tricolor, que acabou perdendo o jogo pelo placar de 4 a 3.

Além disso, os dois profissionais foram denunciados por terem ofendidos os atletas paranistas, que foram reclamar dos erros ao final da partida. Varejão e Linhares foram enquadrados nos seguintes artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD):258 (assumir atitude contrária à disciplina ou à ética desportiva), 260 (omitir-se no dever de prevenir ou coibir violência ou animosidade entre os atletas) e 266 (deixar de relatar ocorrências disciplinares).

Dirigentes paranistas também serão julgados

A Procuradoria do STJD denunciou o lateral-esquerdo Fernandinho, o gerente de futebol do Paraná, Alex Brasil, e o supervisor do clube, Fernando Leite, também por confusões na partida contra o Vitória, quando foram reclamar diretamente com a arbitragem pelas supostas falhas cometidas no jogo.

Fernandinho foi enquadrado no artigoartigo 243-F, incurso 1º (ofender alguém em sua honra, por ato relacionado ao desporto), com pena de um a seis jogos, além de multa de R$ 100 a R$ 100 mil. Os dirigentes foram denunciados no mesmo artigo e também noartigo 184 (ameaçar alguém, por palavra, escrito, gestos ou por qualquer outro meio, a causar-lhe mal injusto ou grave).