Por Rodrigo Dornelles com informações de Monique Vilela

Vila Capanema, 32 minutos da primeira etapa, bola rebatida na área, Guilherme Queiroz domina e enche o pé direito para estufar as redes. Foi o primeiro gol do atacante pelo Paraná, que abriu caminho para a vitória da equipe sobre o Londrina. Depois de marcar pela primeira vez, o atacante já mira o próximo adversário e pensa jogo a jogo para subir na classificação.

O trabalho do grupo, ponto bastante focado por Martelotte, segundo Guilherme, foi um dos trunfos da equipe para vencer o Tubarão, na visão dele. “Estamos trabalhando muito, ele (Marcelo Martelotte) prezando muito para trabalhar em grupo e acho que nesse jogo o que valeu muito foi o jogo do grupo. Tivemos conversas no meio de semana, estávamos dando brechas, acertamos e acho que deu certo no fim de semana”, avaliou o atacante.

Queiroz fez seu primeiro gol pelo Tricolor. (Joka Madruga/ Paraná)

Queiroz fez seu primeiro gol pelo Tricolor. (Joka Madruga/ Paraná)

Nesta terça-feira (13), o local é o mesmo, a Vila Capanema, o adversário é o Vila Nova, e o foco de Queiroz é no Tigre. “Quanto mais longe do Z4 melhor, a gente pensa assim, mas eu particularmente penso no próximo jogo só, é um degrau de cada vez. Estamos bastante focados em vencer aqui”, afirmou o jogador paranista.

E quanto ao adversário desta rodada, o atleta avalia como difícil e com qualidade e destaca a importância de o Tricolor estar atento durante toda a partida para não correr riscos. “O Vila Nova tem muita qualidade, conheço o treinador deles, já trabalhei com ele inclusive e temos que estar ligados para não dar brechas aqui”, comentou Guilherme Queiroz.

A equipe não deve sofrer grandes alterações, a única mudança no time deverá ser a saída de Leandro Silva, suspenso, para entrada de Alisson na zaga. Continuidade que ajuda no entrosamento dos reforços mais recentes, como o próprio Queiroz. “Treino após treino a gente vem se entrosando cada vez mais. É difícil, cada um chega de um lugar, masme receberam muito bem, estou muito feliz hoje, mas temos que trabalhar bastante, nos unir cada vez mais para conseguir nossos objetivos”, destacou o atleta.

Com 33 pontos, o Paraná é o 10º colocado neste momento, uma posição intermediária na classificação. O segredo agora, segundo o atacante, é pensar jogo a jogo para ir subindo na tabela. “Temos que ter pé no chão, esse momento é complicado, temos que dar continuidade, estamos no caminho certo, pensando jogo após jogo para continuar dando certo”, afirmou Queiroz. “Nós estamos no meio da tabela mesmo, um ponto intermediário. Estamos querendo ficar mais longe do Z4 e mais perto do G4. Temos que pensar no próximo jogo, para que as coisas possam dar certo e aí sim mais perto do G4 poder pensar no acesso”, projetou.