Wagner Lopes ficou apenas um mês no comando do Paraná. (Felipe Dalke/Banda B)

O técnico Wagner Lopes não é mais o técnico do Paraná Clube após o início ruim da equipe na temporada. Em sua segunda passagem, o treinador comandou o time paranista em apenas sete partidas, com uma vitória, três empates e três derrotas, somando um aproveitamento de apenas 28,6%. Comandante deixa o clube na segunda fase da Copa do Brasil e após a eliminação da primeira fase da Taça Dionísio Filho do Campeonato Paranaense.

Em entrevista, o diretor de futebol, Rodrigo Pastana, justificou que o desempenho do Paraná no começo da temporada foi determinante para a mudança no comando técnico. “O treinador Wagner Lopes e seu auxiliar foram desligados do Paraná. A responsabilidade é toda do departamento de futebol, em especial da minha função. Entendemos que o desempenho não condiz com o tempo de trabalho e optamos pelo desligamento”, explicou.

Wagner Lopes iniciou a pré-temporada com o Paraná em 02 de janeiro e teve apenas 13 dias antes da estreia no Campeonato Paranaense. Nos sete jogos realizados no primeiro turno do estadual, o Tricolor perdeu três, empatou duas e venceu apenas um jogo, terminando a primeira fase com cinco pontos e a quarta pior campanha inicial.

O último jogo de Wagner no comando da equipe foi na derrota para o Rio Branco, por 2 a 0, na última quarta-feira (14), em Ponta Grossa, pela última rodada da Taça Dionísio Filho. Ele deixa o comando da equipe antes do compromisso pela Copa do Brasil, na próxima quinta-feira (22), contra o Sampaio Corrêa, em São Luís-MA.