Por Rodrigo Dornelles
Paraná tem missão dura fora de casa. (Facebook/ Paraná)

Paraná tem missão dura fora de casa. (Facebook/ Paraná)

Duas vitórias seguidas fora de casa e uma dobradinha na Vila pela frente para ingressar no G4 da Série B. No entanto, os dois resultados como mandante decepcionaram e o Paraná estacionou na quinta colocação. Depois dessa dobradinha com tropeços, o Tricolor precisará derrubar uma invencibilidade para vencer mais uma fora de casa.

Na próxima rodada, sexta-feira (22), o time de Marcelo Martelotte vai até o Heriberto Hülse encarar o Criciúma e precisará derrubar uma invencibilidade se quiser vencer mais um jogo fora de casa. O Tigre catarinense é um dos dois invictos como mandante na Série B.

Quarto melhor dono da casa da competição, o Criciúma ainda não perdeu como mandante. Ao lado do Brasil de Pelotas, são os únicos invictos em suas casas. Com 75% de aproveitamento em oito jogos disputados até o momento, a equipe fica junto com o Atlético-GO e atrás de Brasil-RS (77,78%) e Ceará (81,48%) no ranking de melhores mandantes do campeonato.

E se o retrospecto do Criciúma dentro do Heriberto Hülse é muito bom, a campanha fora de casa do Paraná favorece o time paranaense. Até o momento o Tricolor é o terceiro visitante mais indigesto da competição. Com 12 pontos e 50% de aproveitamento, a equipe só fica atrás de CRB (62,5%) e Vasco (62,96%).

O confronto entre Criciúma e Paraná colocará um dos melhores mandantes e um dos melhores visitantes da Série B frente a frente. Separados por dois pontos na tabela, o Tricolor, quinto colocado, e o Tigre, sétimo, lutam diretamente na tabela para se aproximarem do G4.