Por João Pedro Alves

Ainda não é o jogo final, mas o Paraná define seu futuro no Campeonato Paranaense na noite desta quarta-feira (5) contra o Toledo, fora de casa, pela 10ª rodada da competição. Vindo de cinco jogos de invencibilidade, mas com três empates seguidos, o Tricolor está na sétima colocação e é ameaçado pela zona da degola. Ao mesmo tempo, porém, também está próximo da classificação para o mata-mata do estadual.

As situações antagônicas são possíveis pelos 12 pontos que o Paraná tem na tabela. É a mesma pontuação do primeiro time que disputaria o “torneio da morte”, o Cianorte, e uma derrota ou até mesmo um empate em Toledo podem representar o ingresso no Z4 a uma partida do fim desta fase inicial. Em contrapartida,  uma vitória levaria a equipe aos 15 pontos e encaminharia a vaga nas quartas de final.

Para que a briga seja na parte de cima da tabela, o técnico Milton Mendes aposta em mudanças no Tricolor. A começar pela alteração no esquema tático, do 4-5-1 para o 4-4-2, dando mais poder ofensivo à equipe que marcou apenas um gol nos últimos três jogos. Isso acontece pelo retorno do centroavante Giancarlo, que cumpriu suspensão na última rodada e agora será a referência lá na frente ao lado de Paulinho.

Outros atletas que estão de volta são o lateral Toty, que também ficou de fora do jogo anterior por suspensão, e o meia Lúcio Flávio, recuperado de uma lesão na coluna.

A quarta mudança em relação ao empate com o Londrina é a entrada de Henrique na lateral-esquerda devido à suspensão do titular Breno Lopes, expulso no estádio do Café.

Assim, o Tricolor vai em busca do reencontro com a vitória e, quem sabe, da classificação antecipada com Marcos; Toty, Brinner, Naylhor e Henrique; Cambará, Elton, Fernando Gabriel e Lúcio Flávio; Paulinho e Giancarlo.

FICHA TÉCNICA
TOLEDO X PARANÁ CLUBE

Local: Estádio 14 de Dezembro, em Toledo (PR).
Data: 5 de março de 2014, quarta-feira.
Horário: 21h50.

Toledo: Aldo; Marquinhos, André Luis, Jorge Miguel e Casado; Bruno, Zé Anderson, André Luis e Charlles; Vinicius e Diego Luis.
Técnico: Goiano.

Paraná: Marcos; Toty, Brinner, Naylhor e Henrique; Cambará, Elton, Fernando Gabriel e Lúcio Flávio; Paulinho e Giancarlo.
Técnico: Milton Mendes.