Por Guilherme Coimbra com informações de Osmar Antônio

Técnico Pachequinho teve manutenção defendida pelo zagueiro Werley (Divulgação/Coritiba)

Depois da derrota no clássico Atletiba, na última quarta-feira (1), na reestreia de Pachequinho, o Coritiba tentará a reabilitação no Campeonato Paranaense diante do Prudentópolis, no sábado (4), no Couto Pereira. Um dos pilares defensivos do Coxa, o zagueiro Werley elogiou a evolução da equipe na primeira partida do treinador interino e se disse a favor da manutenção do auxiliar no comando alviverde.

Seria excelente. É um cara que conhece bastante o ambiente do clube, está no dia a dia dos jogadores. É muito trabalhador, inteligente e tem todos os requisitos para ser treinador. Particularmente, ficaria muito feliz se a diretoria desse a oportunidade para ele. O grupo gosta muito dele e tenho certeza que a equipe vai crescer muito com ele. Mas depende muito da diretoria e nós sabemos que é resultado. Queremos isso, mas precisamos fazer dentro de campo para passar a confiança para a diretoria dar essa oportunidade ao Pacheco”, declarou o zagueiro em entrevista coletiva, na manhã desta sexta-feira (3), no CT da Graciosa.

Depois da derrota para o Atlético no clássico, os jogadores alviverdes prometeram o título estadual para o técnico Pachequinho e para a diretoria do clube. “O Coritiba entra no Campeonato Paranaense pensando em título. Desde o começo do ano o nosso pensamento é esse, em conquistar o campeonato que há quatro anos o clube não conquista. Temos trabalhado bastante nisso. Nesta derrota foi dito que, tendo a atuação que nós tivemos na quarta-feira e evoluindo com o trabalho do Pachequinho no dia a dia, nós temos condições de conquistar o título”, disse Werley.

Mesmo com revés diante do maior rival, a atuação dos jogadores foi muito elogiada pelo técnico Pachequinho, que destacou uma evolução na proposta de jogo. Contra o Prudentópolis, no sábado (4), o Coritiba tem a chance de buscar a reabilitação no estadual.

Esse momento é de crescimento, que cada um possa sentar, analisar e ver o que foi feito de errado e o que precisa melhorar. Nós temos dois meses de trabalho. Já apresentamos uma evolução na quarta-feira e precisamos evoluir mais para ganhar o Campeonato Paranaense e fazer um bom Brasileirão. E isso só vai acontecer com cada um reconhecendo seus erros e trabalhando no dia a dia”, finalizou Werley.