Por Esporte Banda B

Uma atitude enérgica ao ser substituído durante a derrota para o Atlético-MG, no Independência, e Juan acabou punido pelo Coritiba com 10 dias de suspensão. Depois de cumprir o período, o jogador retornou, ficou no banco de reservas contra a Ponte Preta, e de lá saiu para ser decisivo na vitória coxa-branca.

Com uma assistência e um gol no segundo tempo da partida, o meia foi fundamental na vitória por 3 a 1 sobre a Macaca. Resultado que fechou o primeiro turno do Verdão e que pode ser, para ele, o começo de um returno melhor no Alto da Glória. “Foi um período para refletir, me cobrou muito e foi um tempo importante. Fico muito feliz pela vitória, apesar do gol que sofremos. Tenho certeza que com o apoio do torcedor poderemos fazer um ótimo segundo turno”, projetou Juan.

Juan retornou em alto estilo ao Coxa. (Divulgação/ Coritiba)

Juan retornou em alto estilo ao Coxa. (Divulgação/ Coritiba)

O gol de Juan foi marcado de pênalti, portanto, teve participação também de Kléber. Cobrador oficial do Coritiba, o atacante deu ao companheiro a oportunidade de retornar balançando a rede. “Na hora entreguei a bola e falei para ele cobrar. Até para ele voltar com ainda mais moral e quem sabe nos ajudar ainda mais nesse segundo turno do Campeonato Brasileiro”, comentou Gladiador.

A partida marcou, além do retorno do meia, a estreia do novo técnico coxa-branca, Paulo César Carpegiani, com quem Juan já trabalhou na equipe do São Paulo. E o comandante destacou uma conversa com o jogador antes da partida. “Eu até falei para o Juan que seria importante a presença dele hoje, inclusive no decorrer do jogo, e foi o que aconteceu”, disse Carpegiani.

Fora da zona de rebaixamento, o Coritiba encerra o primeiro turno com técnico novo, retorno de um dos seus principais jogadores e uma vitória importante. Para começar o returno, a equipe vai até Belo Horizonte para encarar o Cruzeiro, no Independência, às 16h.