Tcheco comandará o Coritiba nesta terça. (Divulgação/Coritiba)

Figura conhecida na história do Coritiba, Tcheco terá a oportunidade de comandar o clube pela segunda vez em sua curta carreira após a aposentadoria dos gramados. Ele assumirá o cargo interinamente depois da saída de Sandro Forner. O atual auxiliar já trabalhou como técnico interino em 2013, na reta final do Campeonato Brasileiro.

Tcheco assumiu o comando do Coritiba nas três rodadas finais do Brasileirão de 2013, após a demissão do então treinador Péricles Chamusca. Em três partidas, contra Internacional, Botafogo e São Paulo, foram duas vitórias e um empate. Os resultados garantiram a permanência do time coxa-branca na primeira divisão.

No ano seguinte, o ex-jogador foi cogitado para continuar no cargo, mas optou por estudar antes de aceitar o desafio. Tcheco teve a oportunidade como técnico no sub-23 do Coritiba e deixou o clube em março de 2016, quando a categoria foi extinta.

Depois, teve oportunidade de trabalhar como gerente de futebol do Paraná. Após a saída de Lisca, ele virou auxiliar do técnico Matheus Costa e esteve na comissão técnica no acesso à Série A. No final do ano passado, o ex-meia foi anunciado como assistente do técnico Sandro Forner para iniciar a reestruturação do Coritiba depois da queda.