Depois de ter perdido a cobrança de um pênalti com o atacante Roberto, o Coritiba teve a chance de mais uma cobrança no final do jogo contra o Paysandu, e que foi convertida com perfeição pelo meia Tcheco, fechando o placar em 4 a 1 para o Verdão. Responsabilidade que o jogador explica que chamou para si para poupar o companheiro de time, e também para aumentar ainda mais a vantagem coxa-branca para o jogo de volta da Copa do Brasil, fora de casa.

“Estava confiante, e me senti tranquilo para bater o pênalti. Não assumi a responsabilidade de bater o primeiro porque estava designado outros jogadores para bater. A gente sabe que quando se perde um pênalti o jogador sente um pouco, e para não comprometer ainda mais o Roberto eu me senti na obrigação de bater. Achei melhor cobrar para encaminhar a nossa classificação”, justifica o capitão coxa-branca.

Com a vantagem construída na partida no Couto Pereira, o Coritiba pode perder por até dois gols de diferença o jogo da volta, em Belém, que mesmo assim garante uma vaga nas quartas-de-final da Copa do Brasil. Os dois times voltam a campo no próximo dia 3 de maio, no Mangueirão.

Assista à entrevista de Tcheco: