Da Redação

Uma carta de repúdio, que seria de jogadores do Coritiba direcionada ao presidente Vilson Ribeiro de Andrade, vazou à imprensa e deixa preocupado os torcedores do Verdão. Nela, são cobrados salários atrasados e promessas não cumpridas por parte da atual administração. O documento foi divulgado pelo colunista Luiz Carlos Betenheuser Jr, do GloboEsporte.com, no final da noite deste domingo (10)

Vilson

(Foto: Divulgação)

A suposta carta, recheada de críticas, afirma. “As inúmeras conversas internas que tivemos já não são mais suficientes. Não para nos dar algo a mais, muito pelo contrário, apenas para cumprir com aquilo que havia sido nos prometido da contratação de cada um de nós”, relata o documento.

Os jogadores também teriam exposto uma possível irresponsabilidade administrativa e financeira por parte da administração de Vilson. “Não só pelo absurdo da dívida e ameaças de calote insinuadas. Nós tememos, e muito, pelas consequências e pelo legado que essa sua administração centralizadora e irresponsável deixará para o futuro deste clube que tanto amamos e admiramos”.

Em outro trecho, os jogadores teriam deixado a entender que a administração está manchando o Coritiba no cenário nacional. “A hora do basta chegou. Continuaremos lutando em campo, dando nosso sangue, honrando as cores verde e branca, não por você, mas pela nossa torcida, mesmo que nossa família tenha que penar devido à falta continua de pagamento de salário ou que o Coritiba perca muito com a crescente falta de credibilidade no mundo do futebol”.

Segundo o colunista, a carta foi feita após a saída do jogador Devid e seria divulgada à imprensa após o empate contra o Prudentópolis, na última quarta-feira. O motivo dela não ter sido revelada é um mistério.

Até o fechamento desta reportagem, a diretoria do Coritiba não se pronunciou oficialmente sobre a suposta carta.

Confira a íntegra da carta clicando aqui.