Divulgação/Coritiba
Com dores no pé esquerdo, Marcos Aurélio está em recuperação e pode ser o elemento surpresa no ataque alviverde

Misterioso e com duas pendências para resolver, o técnico Marcelo Oliveira comandou mais um treinamento no CT da Graciosa na manhã desta quarta-feira (1). Ainda sem definir a volta do atacante Marcos Aurélio, o treinador aguarda a resposta do departamento médico para saber se poderá ou não contar com o jogador para o clássico Atletiba de domingo (4).

“Observamos o trabalho dele ontem, hoje ele se apresentou melhor, vamos ver amanhã e depois pra decidir. Ele é um jogador importante, se tiver inteiro nos ajudará bastante”, afirmou Oliveira, que também precisa escolher entre Leandro Donizete e Willian para ocupar a vaga que resta no meio campo.As dúvidas, porém, não preocupam. Para o treinador, a concentração do time deve ser semelhante à pregada durante todo o ano, mas com o tempero que o clássico reserva.

“É lógico que o último jogo para concretizar uma conquista que há anos o Coritiba não chega, então se torna ainda mais contundente”, destacou. Considerado de alto risco do ponto de vista da segurança, o clássico decide o futuro das duas equipes no ano que vem, mas, segundo o técnico, deve ser encarado, principalmente pela torcida, como mais uma partida de futebol.

“É oportuno falar dessa questão de torcida e de tudo que envolve um jogador como esse para que o confronto seja decidido dentro do campo, na técnica, na tática, no empenho dos jogadores. Que haja tranquilidade fora”, ressaltou o treinador.