Treinador pediu paciência com jogadores após derrota para o Maringá (Geraldo Bubniak/AGB)

Depois de ter sido derrotado na estreia da Taça Caio Júnior com um time inteiro reserva, neste domingo (04), no Couto Pereira, o técnico Sandro Forner confirmou o retorno dos titulares no clássico contra o Paraná, na próxima quarta-feira (07), na Vila Capanema. Abdicando pelo menos nesta partida da ideia de uma equipe alternativa, o comandante irá aguardar os treinamentos da semana para definir a formação com os atletas que estiverem em melhores condições.

“Provavelmente contra o Paraná deve jogar o time que vinha atuando, até para mantermos a competitividade. É um clássico e precisamos dar um ritmo, já pensando também no jogo contra o Goiás. Se não tivermos nenhum problema mais grave. Nós precisamos recuperar alguns jogadores com um pouco mais de tempo, mas a maioria do time que vinha jogando deverá atuar na quarta-feira”, comentou o treinador em entrevista coletiva.

Mesmo com a volta dos jogadores titulares no clássico, Sandro Forner seguirá dando oportunidades para os que menos atuaram até então para as demais partidas do segundo turno. “Como a gente vem em uma sequência muito grande de jogos, a ideia era poupar todo mundo, pois repetimos o time em praticamente seis jogos seguidos. Hoje, conversando com a fisiologia e com o departamento médico, nós optamos por usar esses jogadores e fazer com que eles tivessem uma partida inteira e competitiva, que é diferente de ficar treinando. Nosso objetivo é disputar o estadual, mas temos uma gordura para queimar pelo primeiro turno. Vamos jogar contra o Paraná e depois vamos pensar para o próximo jogo. Mas a ideia é que a gente poupe a maioria do time”, disse.

Com uma atuação ruim na derrota para o Maringá, por 3 a 0, o comandante coxa-branca pediu paciência com os jogadores que atuaram e considerou injusta uma avaliação negativa com apenas um jogo. “A gente tinha a ideia que com esse time nós poderíamos fazer o jogo de hoje e até uma campanha melhor. Lógico que vamos avaliar os jogadores também individualmente, mas eu penso muito na parte coletiva. Eu tento dar treino para todos da mesma forma, mas temos dificuldade pela quantidade de jogos de manter uma organização e um padrão durante o jogo todo. A ideia é dar ritmo, nós vamos precisar dos jogadores que atuaram hoje. Entendemos a insatisfação da torcida, nós ficamos muito mais insatisfeitos do que eles. Mas acho precoce e até injusto fazer uma avaliação dos atletas com apenas uma partida”, concluiu.

O Coritiba enfrenta o Paraná Clube na quarta-feira (07), às 21h45, na Vila Capanema, em compromisso válido pela segunda rodada da Taça Caio Júnior.

Confira a entrevista coletiva do técnico Sandro Forner:

Sandro Forner

Posted by Portal Banda B on Sunday, March 4, 2018