Por Pedro Melo com informações de Osmar Antônio

Daniel não joga desde abril pelo Coritiba. (Osmar Antônio/Banda B)

O Coritiba sofre com vários jogadores no departamento médico e o torcedor se questiona quando o técnico Marcelo Oliveira terá todo o elenco para a disputa o segundo turno do Campeonato Brasileiro. À Banda B, o vice-presidente e responsável pelo departamento médico, José Fernando de Macedo, comentou sobre todos os casos, principalmente o do meia Daniel que não joga há quatro meses.

Walisson Maia, Iago Dias e Anderson

O zagueiro Walisson Maia e o atacante Iago Dias não jogam desde o meio do ano passado, mas são os mais próximos de retornarem ao time já na próxima rodada contra o Atlético-GO. “[Iago] Essa semana já volta para a fase de transição no campo. Maia também”, disse o vice-presidente. “Provavelmente, se tudo correr bem, [Anderson] vai neste começo de semana para a fase de transição”, complementou.

Werley

O zagueiro Werley tem uma lesão na panturrilha, tentou retornar na derrota para o Atlético-MG, mas sentiu no aquecimento. “Werley ainda tem em torno de 14 e 15 dias para poder voltar para a fase de transição”, explicou o Dr. Macedo.

Thalisson Kelven

O jovem zagueiro Thalisson Kelven sofreu uma contusão na coxa com apenas três minutos de jogo contra o São Paulo e terá que ficar de fora dos gramados por um mês e meio.  “Thalisson vai ficar cerca de seis semanas em tratamento pela lesão na coxa”, comentou o responsável pelo DM.

Daniel

O meia Daniel é o caso que mais gera dúvidas da torcida coxa-branca. Ele entrou em campo apenas 45 minutos e não joga desde 16 de abril diante do Cianorte pelo Campeonato Paranense. Dr. Macedo explicou que Daniel sofreu uma nova contusão quando estava prestes a retornar e acredita que pode iniciar a fase de transição ainda nesta semana.

“Jogador chegou bem, fez a nossa pré-temporada, mas já vinha com uma lesão anterior ao do São Paulo. Ele teve uma tendinite patelar e quando estava bem, teve uma tendinite no outro joelho. Essa lesão não se recuperava por métodos tradicionais e tenho a impressão que deve iniciar as atividades de transição nesta semana. Não é por falta de cuidados porque o Coritiba tem todos os meios para recuperar o jogador”, disse o dirigente.