Por Pedro Melo com informações de Osmar Antônio

Pachequinho está garantido como técnico do Coritiba. (Divulgação/Coritiba)

Pachequinho está garantido como técnico do Coritiba. (Divulgação/Coritiba)

O Coritiba não vai contratar um novo técnico. Logo após a saída de Gilson Kleina, Maurício Andrade, CEO do clube, confirmou que Pachequinho ficaria até o final do primeiro turno e o discurso é mantido pelo presidente Rogério Bacellar que pretende seguir com o treinador no cargo.

Durante a apresentação do novo diretor de futebol, Bacellar declarou que Pachequinho é o técnico de confiança e não vê nenhum motivo para troca-lo. “Eu não me lembro de ter dito que após a avaliação do diretor de futebol iria contratar um novo técnico. Quando chamei o Pachequinho, não planejei contratar outro técnico. Hoje, o Pachequinho é o nosso nome e vai ser até a hora que ele pedir para sair ou a gente achar que precisa trocar. Não tem razão nenhuma hoje para substituir o técnico”, comentou.

Já Alex Brasil, que assumiu o cargo de diretor de futebol, tem o mesmo pensamento de Bacellar e afirmou que qualquer decisão vai ser tomada internamente no clube. “São coisas que tratamos internamento, mas compactuo com o presidente. Confio no trabalho do Pachequinho e de todos que estão no grupo”, disse.