Mistério foi a palavra da semana dentro do Coritiba. O técnico Marcelo Oliveira comandou vários treinamentos fechados e se negou sequer a dar pistas sobre a escalação alviverde para o clássico Atletiba deste sábado, a partir das 18h, no Couto Pereira. O volante Leandro Donizete e os laterais Jonas e Maranhão estão suspensos e ficam de fora do jogo. Sem ter mais nenhum lateral direito de ofício no elenco, Oliveira deve improvisar o meia Willian Leandro naquele setor.

Na vaga de Donizete, são várias as possibilidades: Gil e Willian (recuperado de uma pubalgia e opção número 1) podem começar jogando; o zagueiro Demerson pode ser improvisado no meio-campo; ou Tcheco pode ser recuado para jogar ao lado de Léo Gago. De certo, apenas que Bill, Rafinha e Léo Gago voltam ao time do Verdão depois de cumprirem suspensão automática na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Mesmo com o Coritiba na 10ª colocação e o Atlético em 17º, na zona do rebaixamento, o clima entre os atletas alviverdes é de respeito ao rival. “Respeitamos eles. Sabemos que um clássico é um jogo importante. Tenho certeza que é um jogo que mexe com todo mundo dos dois lados”, disse o atacante Marcos Aurélio. “É um time que está pegando confiança e vem numa crescente e isso é o que mais nos preocupa. Mas dentro de casa a gente tem que se impor e fazer um grande jogo”, completou o volante Léo Gago.

A tendência é que o Coritiba vá à campo, em um Couto Pereira lotado, com a seguinte formação: Edson Bastos; Willian Leandro, Emerson, Jeci e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Willian, Tcheco e Rafinha; Marcos Aurélio e Bill.