Por Esporte Banda B

Jogador foi oficializado nesta semana depois de quase um mês de negociação (Divulgação/Coritiba)

Novo reforço do Coritiba para a temporada, a contratação lateral-esquerdo William Matheus pelo clube foi uma novela de quase um mês, que teve seu desfecho na última terça-feira (31), de forma positiva para a torcida coxa-branca. Aos 26 anos, o jogador com passagens pelo Vasco, Palmeiras, Fluminense e Toulouse-FRA assinou contrato de três anos com o Coxa, e projeta colher bons frutos com a experiência adquirida no futebol europeu.

William Matheus foi oficializado pelo Coritiba depois de quase um mês de negociação com o Toulouse, da França. “Estou muito feliz de estar aqui. Espero que eu seja muito feliz aqui, dar alegria para a torcida e ter bons resultados”, disse em entrevista à TV do clube. “Comecei no Figueirense, passei quatro anos da minha vida lá. Depois fui para Minas Gerais, disputei o Campeonato Mineiro pelo Democrata. Passei pelo Bahia, Vasco, Goiás, Palmeiras, Toulouse-FRA, Fluminense e agora estou chegando aqui no Coritiba”, completou.

A passagem pela França deu experiência para o jogador de 26 anos. “É bastante diferente. Mas eu vejo muitos pontos positivos aqui no futebol brasileiro, assim como lá também tem. Para mim foi muito bom, gostei de ter passado por lá. Agora, voltando para o Brasil, estou contente de vir para o Coritiba e espero ser muito feliz aqui”, afirmou.

Apesar da negociação complicada, William Matheus já realizava treinamentos para aprimorar fisicamente no clube desde a metade de janeiro. “Eu cheguei há uns 10, 15 dias atrás. Estava fazendo a parte física, mas como estava em negociação ainda, não podia treinar normal com o elenco. Fiquei um tempo treinando na academia, fazendo a preparação física. Agora está tudo certo e eu posso treinar com o restante do grupo”, contou.

O lateral mandou um recado para a torcida coxa-branca e revelou ser um jogador mais ofensivo, mas que evoluiu defensivamente durante a passagem pelo futebol francês. “A torcida pode esperar de mim um jogador que vai entregar tudo dentro de campo. Eu não gosto de perder, quero estar sempre ganhando. O Coritiba é um grande clube e tenho total consciência de que tenho que vir para cá e dar o meu melhor”, ressaltou. “Eu sou um lateral que gosto muito de atacar, dar assistência é uma coisa que me deixa muito feliz. Nessa passagem pela Europa, eu peguei uma consciência tática e defensiva muito boa. Espero que eu possa estar agradando a torcida e a diretoria e que possamos fazer um bom ano”, finalizou.