Por Guilherme Coimbra com informações de Osmar Antônio

Alan Santos retorna de lesão e prevê disputa pela titularidade no Coritiba (Osmar Antônio/Banda B)

Uma das peças-chave do meio-campo do Coritiba no último ano, o volante Alan Santos fraturou o pé direito, passou por cirurgia e ficou de fora da reta final da temporada. Recuperado da lesão, o jogador já realiza as atividades da pré-temporada do Coxa, em Foz do Iguaçu, e espera por um ano de conquistas com a camisa alviverde.

Retornando de uma lesão que o afastou dos gramados durante a reta final do último ano, o volante Alan Santos quer esquecer os momentos em que esteve parado. “Agora o sentimento é de muita alegria, de poder estar treinando com os companheiros sem sentir nenhum tipo de dor. Foi lamentável perder a reta final do Campeonato Brasileiro e a disputa da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, que também fiquei de fora. Mas já passou. O futebol não dá para lamentar e temos que olhar para frente”, afirmou.

Com algumas mudanças em relação ao time do ano passado, Alan Santos vê a ‘versão 2017’ do Coritiba mais jovem e com maior intensidade. “A faixa etária está um pouco menor. O time é mais novo, mais intenso e mais rápido. Eu creio que a filosofia do Carpegiani para esse ano é essa. Estamos trabalhando forte nesta pré-temporada para implantar o estilo de jogo da maneira que ele quer”, destacou.

Titular em 26 dos 28 jogos que disputou pelo Coritiba em 2016, Alan Santos negou titularidade garantida no retorno aos gramados. “Como eu falei na minha apresentação, no futebol não tem cadeira cativa. Depende do treinamento semanal e da pré-temporada. O professor Carpegiani é coerente e vai fazer com que inicie o campeonato quem estiver melhor fisicamente, tecnicamente e eu vou estar trabalhando para eu estar entre os 11. Se não tiver, eu creio que ele vai colocar o melhor para ajudar o time do Coritiba, pois é o foco dele”, explicou.

Em sua terceira temporada com a camisa coxa-branca, o jogador espera colocar seu nome na história e colaborar para que o Coritiba volte a conquistar títulos. “O nosso foco é trabalhar para estar bem e colocar o Coritiba onde ele merece estar. Brigar por títulos, pois é o que marca a carreira do atleta e sua a passagem pelo clube. Então esse ano eu venho focado para que a gente possa ganhar alguma coisa”, ressaltou. “Dois anos se passaram e não pude comemorar um título com o Coritiba. Este ano estou torcendo, estou trabalhando para que o nosso grupo venha a dar alegria para o clube e a torcida”, finalizou.