Por Pedro Melo com informações de Osmar Antônio

Dirigentes e jogadores do Foz Cataratas e Coritiba oficializam a parceria. (Osmar Antônio/Banda B)

O Coritiba oficializou a parceria com o Foz Cataratas para a disputa dos torneios de futebol feminino. A união já tinha sido revelada ao público no final do ano passado durante a Copa Libertadores, mas o lançamento só aconteceu em janeiro porque os dirigentes do Alviverde estão em Foz do Iguaçu para a pré-temporada do time masculino.

A ideia do Coxa em se unir com o clube da fronteira surgiu após a nova regra da Conmebol que obriga os clubes participantes da Libertadores e Sul-Americana a terem um time de futebol feminino a partir de 2019.

Em entrevista à Banda B, o presidente Rogério Bacellar destacou a qualidade do Foz Cataratas e acredita que a parceria pode transformar a equipe paranaense na melhor do Brasil.  “O Foz Cataratas sempre foi um time vencedor no futebol feminino e o Coritiba pela história também sempre foi vencedor. Somando os dois times vencedores queremos formar uma equipe forte e que seja a melhor do Brasil”, comentou.

Bacellar ainda explicou como funcionará a participação do Coxa no acordo. “Além de uma participação financeira, nós vamos ajudar em todos os sentidos o Foz Cataratas. Seja no sentido técnico ou logística em geral. O Foz e o Coritiba vão mostrar ao Brasil que o futebol não é só para homens e mulher sabe jogar muito bem”, disse.

A partir deste ano, vários clubes grandes do futebol masculino também estarão na disputa do Brasileirão feminino. Por conta disso, o vice-presidente do Foz Cataratas, Marcelo Valente, ressaltou a importância da parceria com o Coritiba.

“Representa a evolução. O presidente Rogério falou que o Foz é uma equipe vencedora, mas precisa evoluir. Os grandes clubes estão entrando na competição e precisávamos dessa parceria com uma grande equipe para ter essa troca de informação e apoio logístico da comissão técnica para disputar de igual com igual com os adversários”, comentou Valente.