Por João Pedro Alves e Osmar Antônio

Desde que o time principal do Coritiba entrou em ação, já são dois jogos e duas vitórias. A última delas na noite desta quarta-feira (19), com um 1 a 0 sobre o J.Malucelli no Couto Pereira. Os resultados estão aparecendo, mas as atuações ainda não são as ideais. Nesta partida em especial, o que o técnico Dado Cavalcanti destacou como um problema foi a queda sofrida no decorrer dos 90 minutos com a falta de regularidade.

Para o treinador, o Coxa começou bem postado contra o até então líder e soube se portar tanto no ataque como na defesa. “Sabíamos que o adversário seria difícil, mas no primeiro tempo foi muito bom. Encaixamos o jogo, saímos em velocidade e tivemos excelentes oportunidades”, analisou em entrevista coletiva.

Parecia a atuação ideal, coroada com um gol de Alex no fim do primeiro tempo. Mas aí veio a segunda etapa e o jogo virou, o time alviverde mudou. E não foi para melhor.

“Esperávamos manter aquela sede no segundo tempo, queríamos ampliar o placar, mas tivemos muito mais dificuldades. Não soubemos administrar, tivemos pouca posse de bola e criamos muito pouco”, lamentou Dado. “São erros que servem para o aprendizado”, emendou.

Algumas falhas apareceram, mas Dado Cavalcanti tem uma perspectiva positiva após o segundo jogo da temporada. A tendência, segundo ele, é crescer gradativamente. “Buscamos sempre a evolução.O entrosamento vai vindo, vamos ganhando competitividade. É tentativa e erro até encontrarmos a formação e o jeito de jogar ideal”, concluiu.

Notícias relacionadas:

No milésimo jogo de Alex, objetivo alviverde é acabar com invencibilidade do líder J.Malucelli