Por Pedro Melo com informações de Osmar Antônio

Juninho ressalta vontade do elenco na permanência de Pachequinho como técnico. (Divulgação/Coritiba)

O discurso do elenco do Coritiba desde que Pachequinho assumiu interinamente o comando técnico é que o time será campeão estadual. Mesmo vivendo um momento abaixo do esperado, o zagueiro Juninho destacou que a promessa continua a mesma e a equipe precisa de mais entrosamento para engrenar na temporada.

“O grupo é bom e o time também. Só falta ter mais entrosamento que vamos chegar ao nosso objetivo que a gente prometeu para a diretoria e vai ser cumprido”, disse Juninho. “A equipe precisa ter mais entrosamento e os 11 titulares se conhecerem. Ainda não repetimos a formação em dois jogos seguidos e tem que melhorar isso”, acrescentou.

A diretoria decidiu manter Pachequinho no comando técnico, mas ainda vai em buscar de outro treinador. O zagueiro coxa-branca ressaltou o desejo dos jogadores na permanência de Pachequinho e afirma que todos de consciência que o Alviverde precisa melhorar. “A gente precisa ter consciência de tudo. Pedimos para a diretoria efetivar o Pachequinho e estamos correndo por ele, mas também por nós. Queremos tirar essa pressão de todos dentro do clube e temos que trabalhar no dia a dia”, comentou.

Em nove jogos no ano, o Coxa marcou apenas sete gols e teve muitas dificuldades para passar pela retranca do JMalucelli na última rodada do estadual. Para Juninho, o fato de Pachequinho não mexer no time titular ajuda os jogadores a ganharem entrosamento e também melhorarem o desempenho ofensivo.

“Todo mundo viu o Atletiba, o Prudentópolis e também o JMalucelli que estamos criando, mas a bola não está entrando. Temos mais entrosamento depois que o Pachequinho assumiu. Manter o time dá uma cara para o grupo e isso pode nos ajudar até o final do ano”, concluiu o zagueiro.

Confira a entrevista coletiva de Juninho: